Início » Jogos » Sony decide encerrar produção do PS Vita no Japão

Sony decide encerrar produção do PS Vita no Japão

Lançado em 2011, PlayStation Vita terá produção encerrada pela Sony no Japão em março de 2019; companhia não vai lançar sucessor

Emerson Alecrim Por

Esta é a semana da feira Tokyo Game Show 2018. É de lá que vem uma notícia desagradável para os fãs do PlayStation Vita (ou PS Vita): Hiroyuki Oda, vice-presidente da Sony Interactive Entertainment, informou que o console portátil da companhia vai deixar de ser produzido no Japão em 2019. A pior parte é que nenhum sucessor está previsto.

Ainda não está claro se essa decisão afetará a produção de unidades destinadas a outros países, mas é provável que sim: apesar de contar com jogos renomados, como Persona 4 Golden e Final Fantasy X, o PS Vita nunca foi um campeão de vendas.

PS Vita

O PlayStation Vita foi lançado em 2011 no Japão (e em 2012 nos Estados Unidos e outros países) e, desde então, acumula 16 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, número que também engloba a versão Slim do console. Não é uma quantidade ruim, mas a geração anterior, o PSP, vendeu muito mais: 80 milhões de unidades.

Um dos fatores que afetaram as vendas do PS Vita, provavelmente, foi a ascensão do mercado de games para smartphones e a competição com a rival Nintendo. Esses mesmos fatores podem explicar a decisão da Sony de não lançar um sucessor para o PS Vita.

Para quem acompanha a linha PlayStation de perto, a notícia não surpreende. Sinais de desgaste do PS Vita começaram a surgir há algum tempo. Jogos da Sony específicos para o console não são lançados desde 2015, para dar um exemplo.

A produção do PlayStation Vita no Japão deverá ser encerrada no fim de março de 2019.

Com informações: Polygon, Gematsu, Famitsu.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Burnerman_X
https://goo.gl/vur6kA
Burnerman_X
https://goo.gl/iEbLKc
Burnerman_X
https://goo.gl/UWQtsr
Burnerman_X
https://goo.gl/zpycYy
Burnerman_X
https://goo.gl/eG3ZDz
Burnerman_X
https://goo.gl/zfZGhn
Burnerman_X
https://goo.gl/DYcdHT
Burnerman_X
https://goo.gl/RYokcr
Burnerman_X
https://goo.gl/CmwDHo
Burnerman_X
https://goo.gl/p28anf
Burnerman_X
https://goo.gl/9Jfn3h
Burnerman_X
https://goo.gl/7k2FsW
Burnerman_X
https://goo.gl/DYLnUs
Burnerman_X
https://goo.gl/QMq8tB
Burnerman_X
https://goo.gl/PoawmM
Burnerman_X
https://goo.gl/9iMJuy
Burnerman_X
https://goo.gl/zjnN2Y
mord4z
É um aparelho interessante pra quem não curte jogar no celular, tem bom hardware, roda jogos do psp nativamente. Agora saiu um desbloqueio definitivo pra ele, o que abriu as portas pro retroarch, trocaria meu psp por um desses.
Felipe Liʍa
obrigado!!! 😃🎉🎉🎉
Vanderson Lima
O que faz um console são os seus jogos. PsVita não teve grandes jogos.Eu tenho um e só passei a usar de verdade essa semana pq consegui fazer o desbloqueio dele. kkkk
tuneman
Nossa, excelente argumento.
Burnerman_X
Foi unicamente para evitar a pirataria, e falharam. Inclusive já tem até adaptador de micro sd pra cartão do Vita hahahha
Burnerman_X
3DS vende bem, porém muito menos do que o DS e o GBA venderam. O mercado de portáteis deu uma achatada sim, e a Sony sentiu isso bem na pele.Em 7 anos o 3DS vendeu 72,89M, ainda abaixo do GBA com 81,51M, lembrando que o GBA foi lançado em 2001 e o DS em 2004. 3DS só tem esse número porque está a 7 anos no mercado. O 3DS está abaixo até do PSP, que vendeu 82M.
Felipe Liʍa
sony e ms mal conseguem fazer um smartphone, imagina um portátil 😂
Felipe Liʍa
3DS Wins 🍺
tuneman
Quase isso que eu me refiro! Sony e Microsoft tem potencial de fazer um console portátil muito mais poderoso....Mas lhes falta o carisma, jogabilidade e marketing que a Nintendo possui.
danielnbl
Não acredito que seja fácil, menos difícil talvez por terem mais recursos e tecnologia mas pra atender aos fatores que precise pra conseguir vender e dar certo é bem difícil.Pra Nintendo acho que era tudo muito mais difícil. O apoio, conquistar de novo o público que tava descrente e afastado e ainda a tecnologia.
tuneman
tecnologicamente é fácil tanto para a Sony quanto Microsoft, mas nunca terá o mesmo impacto no mercado que um Nintendo.
Valter
Mas ela usa o Cartão SD em alguns produtos como alternativa ao Memory Stick, eu tenho uma câmera digital que aceita tanto SD quanto o Memory Stick, portanto, não é desculpa.
Júnior José Carlos Dos Santos
Sinceramente, com uma base de 16 milhões não sei como manteve a produção ainda. Nem o 3DS que já beira os 80 milhões deve passar de 2019...
danielnbl
MicroSD é propriedade da SanDisk? Sempre achei que fosse um formato aberto ou que se tornou aberto. Mas acho que o motivo não foi Royalties, mas uma forma de proteção maior ao console.
danielnbl
Opa, pera lá. Falando de portátil não é fácil fazer o que a Nintendo conseguiu fazer com o Switch. Que não seja muito mais caro e com autonomia de bateria decente.
danielnbl
Enquanto isso, Nintendo lançado apenas alguns meses antes vendeu 73 milhões de Nintendo 3DS no mesmo período. E em um ano e meio vendeu-se 16mi de Switch.É realmente uma pena não ter sucessor, o Vita foi um enorme fracasso e acredito que isso se deva a falta de jogos até mesmo da própria SONY. É possível contar nos dedos o número de jogos que ela lançou e desses poucos são realmente bons. Pra além disso o preço alto, a prepotência de achar que ela conseguiria atropelar o 3DS e ainda pra fechar com chave de ouro cartão de memória proprietário carríssimo(ugh).
Comentário Mil Grau℗
Um dos fatores que afetaram as vendas do PS Vita, provavelmente, foi a ascensão do mercado de games para smartphones e a competição com a rival Nintendo.Não foi só isso não, acompanhei de perto esse console e um dos maiores culpados nem foi Nintendo ou smartphones... foi a própria SONY! Não dava valor ao portátil, não lançava jogos, não incentivada as third em lançar jogos pra ele, fez descaso com o seu próprio portátil e o marketing do mesmo era baixo se comparado ao PSP.Em um ano de lançamento a própria Sony já estava esquecendo do PS Vita e meio que já queria descontinuá-lo no ocidente, eu queria mto ter tido o PS Vita, mas dps dessas atrapalhadas da Sony eu pulei o barco e não comprei o portátil, preferi dois anos dps pegar um smartphone top.Não acho que a Sony faça um sucessor pro PS Vita, mas tenho certeza que esse mercado ainda tem público e dos grandes, o problema é fazer um portátil decente e não abandoná-lo no meio do caminho. O Switch (que pra mim é um portátil e não um híbrido) está para provar que fazendo um bom projeto vc consegue ter um portátil com milhões de vendas, ainda não comprei um pra mim pq estou querendo montar um PC Gamer ou comprar um laptop gamer, mas certamente teria um Switch fácil!
Luis Lino
Pode até ser, mas os jogos de smartphone são ridículos com esse modelo free to play/pay to win, usado na maioria deles, o que não acontece com o Vita ou o 3DS.
David Denão
Seria interessante agora que lançassem um emulador de Ps Vita para Android...
Trovalds
Vendas dos portáteis da Nintendo como 3DS e 2DS continuam bem. Tem gente que não abr
Capitão Caverna
Me abraça dr rey
Robert Rey
Essa é outras das poucas vezes na qual concordo integralmente com você
Tenimar
Tbm acho. Se a Valve tivesse adotado uma estratégia matadora com as Steam Machines, nem consoles de mesa teríamos mais. Ao invés disso teríamos miniPCs na sala de estar. Seria perfeito. Sem mais essa briga de fanboys de Xbox Vs Play, ou ainda, a infame consoles Vs PC.
Krosna Terrestre
Consoles portáteis é meio sem sentido hj em dia, já que o celulares são basicamente PC-Gamers de bolso.
Capitão Caverna
Qualquer coisa pode ser mais poderosa que o switch.Mas se vai ser melhor, é outra história.
Capitão Caverna
O pior console portátil que já vi.Tive dois prazeres com ele: quando comprei e quando vendi.
Valter
Na minha opinião o que atrapalhou o PS Vita é essa frescura de querer ficar utilizando hardware proprietário, como no caso do cartão de memória utilizado no PS Vita, a Sony podia muito bem ter adotado o cartão SD, e quando lançaram um outro modelo do PS Vita tiraram a tela AMOLED, na minha opinião um erro enorme, era um diferencial enorme, no mais, Sony sendo Sony.
José Carvalho
Eu não ficaria muito surpreso também se eles viessem com um concorrente para o Switch, mas mais poderoso e integrado ao PS5...