Início » Gadgets » É a guerra dos e-readers: Nook cai para 150 dólares

É a guerra dos e-readers: Nook cai para 150 dólares

Avatar Por
9 anos atrás

Nessa segunda-feira, a rede de livrarias Barnes & Noble lançou um novo leitor de e-books: o Nook (com Wi-Fi) será vendido por apenas 149 dólares, o equivalente a R$ 260. Já a versão com Wi-Fi e conexão 3G do aparelho vai sair um pouco mais caro, por 199 dólares (R$ 350). A Amazon, criadora do Kindle, já respondeu à nova dinâmica do mercado: a empresa diminuiu o preço do Kindle de 259 dólares (R$ 456) por 189 dólares (R$ 334).

Começa a guerra dos e-readers.

Desde que o iPad sentou-se no trono de tablet que todos os nerds geeks querem, os e-readers ficaram em um segundo plano. Eram considerados caros, ainda mais para o pouco que faziam. No entanto, as novas atitudes tomadas pela Barnes & Noble e pela Amazon podem finalmente ajustar o preço desses gadgets para corresponder ao que eles finalmente fazem.

Viu como concorrência é importante?

Enquanto que o tablet da Apple custa pelo menos 500 dólares (R$ 880 sem considerar o custo Brazil de importação etc.), o que já é considerado caro no mercado norte-americano, os e-readers chegam perto dos cem dólares. Nada mal para um suporte que ainda vai requisitar que o leitor gaste cerca de dez dólares (quase R$ 20) por cada título adquirido.

A tendência é que os preços caiam ainda mais, conforme novos concorrentes chegarem ao mercado de e-readers. Nós, consumidores, agradecemos!

Com informações: New York Times, PC Magazine.