Início » Celular » Sony desiste de vender smartphones Xperia no Brasil

Sony desiste de vender smartphones Xperia no Brasil

Sony confirma que saiu do mercado de celulares no Oriente Médio, na América Central e na América do Sul

Paulo Higa Por

A Sony anunciou seus resultados financeiros nesta sexta-feira (26) e confirmou oficialmente uma informação importante aos investidores: a empresa saiu do mercado de celulares no Brasil. Isso significa que os lançamentos recentes da linha Xperia, como Xperia 1, Xperia 10 e Xperia 10 Plus, não deverão ser encontrados nas lojas do país.

Sony Xperia 1

Embora não se pronunciasse oficialmente sobre o caso, a divisão de dispositivos móveis da Sony já sinalizava que havia desistido do país. Desde o final de março, o site oficial da empresa no Brasil não exibe informações sobre os smartphones, se restringindo a orientar os consumidores sobre assistência técnica e serviços de pós-venda. A página brasileira da Sony Mobile no Facebook também foi removida.

“Aceleramos nosso plano de cessar a produção em nossa fábrica de Pequim e saímos de várias regiões, como o Oriente Médio, a América Central e a América do Sul”, diz a Sony em um relatório aos acionistas. A empresa quadruplicou seu prejuízo com celulares em 2018, mas acredita que poderá tornar a divisão lucrativa no ano fiscal de 2020 com seu plano de redução de custos.

Xperia XZ1 Compact

O último lançamento da Sony Mobile no Brasil foi a linha Xperia XZ2, anunciada no começo de 2018 por preços sugeridos entre R$ 3.299 e R$ 3.799. Assim como acontecia desde 2016, os produtos eram importados — a Sony chegou a produzir celulares em território nacional, mas mudou sua estratégia naquele ano, influenciada pelo fim dos incentivos fiscais do governo.

Outros smartphones recentes da empresa, como o Xperia XZ3, com tela OLED e bordas reduzidas, além das linhas Xperia 1 e Xperia 10, com displays em proporção 21:9, não chegaram a desembarcar no país. Antes do comunicado desta sexta-feira (26), a Sony se limitava a dizer apenas que os produtos seguiam “sem previsão de comercialização no Brasil”.

No ano fiscal de 2018, a Sony comercializou apenas 6,5 milhões de smartphones no mundo, menos da metade do período anterior, quando as vendas foram de 13,5 milhões de unidades — ainda assim, um número muito baixo. Como informa a IDC, foram vendidos 1,4 bilhão de smartphones globalmente, sendo 292 milhões da Samsung, 208 milhões da Apple e 206 milhões da Huawei.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Robert Renato

Resumiu perfeitamente o caso. Tive vários Z series. Todos tiveram problema, ou de quebra só de olhar pra eles, ou agua ou vapor entrando. E a assistência era uma piada. Uma cidade como Curitiba não ter uma assistência autorizada, apenas um posto de coleta, que mandava o aparelho pra São Paulo, é uma piada. Sou fã da Sony. Mas a experiência em ter um Xperia foi traumatizante.

Fabio Santos

Meus tios tem distribuidora dentro do proposto pela LG está ok.
Nem abaixo e nem acima.

Celso

Até o K10 Novo, vendia.
K9 e K11 já não vendeu tanto.
E o K12 tem tudo pra vender ainda menos.

Leo Otávio

Me refiro a smartphones e outros produtos. Video Games ainda é um dos poucos mercados onde a Sony é relevante

Gabriel Naldis

Às vezes o indivíduo está louco na droga.

Gabriel Naldis

Bem pontuado.

Hemerson Silva

Nesse caso, a Microsoft, na hora da morte da Sony, compra a marca Playstation e decreta o fim da Sony kkk

Hemerson Silva

Samsung e Motorola, aliás, não só nos mais básicos, mas o mercado todo em si.

Hemerson Silva

Na hora que ela quebrar, não fornecerá hehehe

Matheus Praxedes

Então ele em si esquentava muito, porém o celular em si depois de algumas atualizações, se fava muito bem, so tinha um pequeno problema, o aquecimento. Ele era muito bom no começo, mas depois devido ao processador começou a consumir muito a bateria de forma que o telefone não passava muito tempo sem carga e sair sem um Powerbank era impensável. Hahaha e sim eu consumia bastante os produtos Sony, Vaio, Playstation, Bravia. Para uma melhor conexão entre os aparelhos. Porém a Sony decaiu muito no quesito qualidade durante os anos o que me faz abandonar alguns produtos.

André G

Pelo menos se tratando de videogame, a China não oferece nenhum perigo pra Sony.

André G

Samsung e Motorola

André G

Eu tive um Xperia Z2, usei durante 3 anos, o aparelho era fantástico. Só troquei pq ele começou a ter vários problemas com o touch e a bateria não aguentava muito bem depois desses 3 anos de uso.

Alberto Junior

Sony tem muito o que aprender com a Xiaomi. A Xiaomi não está no brasil, mas está no coração do brasileiro. Já a Sony estava no Brasil, mas ninguém dava bola.

Gabriel Naldis

Não vai fazer falta alguma. Aparelhos mais feios que bater na mãe, além de caros.

Exibir mais comentários