Início » Negócios » Uber Rewards chega ao Brasil com benefícios para usuários que fazem mais viagens

Uber Rewards chega ao Brasil com benefícios para usuários que fazem mais viagens

Programa de fidelidade da Uber dá acesso a motoristas VIP, preços protegidos e upgrade de categoria

Por
28/08/2019 às 14h57

A Uber lançou nesta quarta-feira (28) o Uber Rewards, um programa de fidelidade para usuários que fazem viagens pelo aplicativo. O serviço, que surgiu nos Estados Unidos, começou a chegar às cidades brasileiras com benefícios como motoristas VIP, preços protegidos em uma rota favorita e upgrade surpresa de modalidade.

Uber Rewards

Cada gasto de R$ 1 rende 1 ponto nas corridas de Uber Juntos, UberX e UberX VIP, ou nos pedidos do Uber Eats. Se você solicitar uma viagem de Uber Select ou Uber Black, acumula 2 pontos por real gasto.

Os pontos são necessários para atingir um dos quatro níveis do Uber Rewards: Azul (até 400 pontos), Ouro (mais de 400 pontos), Platina (mais de 1.500 pontos) e Diamante (mais de 4.000 pontos). O nível de cada usuário é calculado a cada seis meses; esse é o período que você terá para juntar os pontos.

Uber Rewards Ouro, Platina e Diamante

Os benefícios começam a partir do nível Ouro: você terá atendimento prioritário no suporte e acesso a motoristas VIP, ou seja, aqueles que “têm muitas viagens e estão entre os mais bem avaliados da plataforma”. Isso era conhecido como Uber VIP e estava disponível em cidades brasileiras desde 2017.

No nível Platina, há três mimos adicionais: uma entrega grátis no Uber Eats a cada seis meses, prioridade para solicitar um carro em aeroportos selecionados e consistência de preço na rota favorita. Nesse último, você escolhe um ponto de partida e de chegada (sua casa e seu trabalho, por exemplo) e passa a pagar um preço “consistente”. A Uber explica que “em casos excepcionais de alta demanda, se o preço ficar muito acima do valor definido, você passa a ter um desconto de 25% no preço máximo”.

Por fim, o nível Diamante, que exige 4.000 pontos acumulados em seis meses, junta todos os benefícios anteriores, mais três entregas grátis de Uber Eats e upgrade surpresa de categoria. Isso significa que, em momentos aleatórios, se você pedir um UberX, poderá viajar de Uber Select ou Uber Black sem custo adicional.

Uber Rewards

Além disso, “a cada 500 pontos acumulados, todo usuário pode escolher entre um desconto de 10% em viagens da UberX durante três dias ou um desconto de 20% na seu próximo pedido no Uber Eats”, afirma a empresa. A regra é válida inclusive para quem estiver no nível Azul.

São mudanças que podem desagradar usuários que já participavam do Uber VIP, que tinha regras mais simples, como “fazer x viagens por mês” — normalmente 20. Essa modalidade já contava com benefícios como motoristas VIP, entregas grátis no Uber Eats e upgrade de categoria, algo que poderá exigir um gasto de até R$ 667 por mês com o novo Uber Rewards.

O Uber Rewards foi lançado nas cidades de Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Natal, Brasília, Goiânia, Vitória, Santos, São José dos Campos e Florianópolis. “A expectativa é que a expansão aconteça ao longo dos próximos meses”, diz a Uber. O programa já considera os gastos dos seis meses anteriores, então quem costuma fazer muitas viagens pode estar nos níveis Ouro, Platina ou Diamante.

Uber Rewards tem benefícios semelhantes nos EUA

A versão brasileira do Uber Rewards é parecida com a dos Estados Unidos, onde as pontuações exigidas são maiores. Enquanto as categorias Ouro, Platina e Diamante exigem 500, 1.500 e 4.000 pontos a cada seis meses no Brasil, os americanos precisam acumular 500, 2.500 e 7.500 pontos, respectivamente. Por lá, cada dólar gasto acumula 1 ponto no Eats, 2 pontos no UberX ou Select e 3 pontos no Uber Black, por exemplo.

Os benefícios em cada nível são os mesmos do Brasil, com exceção de um: nos Estados Unidos, usuários das categorias Ouro, Platina e Diamante também ganham os “cancelamentos flexíveis”, recebendo um reembolso da taxa de cancelamento desde que outra corrida seja solicitada em 15 minutos. A Uber mudou as regras do cancelamento em julho no Brasil.

Mais sobre: