Início » Negócios » Spotify alcança 113 milhões de assinantes e volta a dar lucro

Spotify alcança 113 milhões de assinantes e volta a dar lucro

A empresa ganhou 5 milhões de assinantes e teve lucro de € 76 milhões entre julho e setembro

Victor Hugo Silva Por

O Spotify apresentou nesta segunda-feira (28) seu balanço para o terceiro trimestre de 2019 com novo crescimento. O serviço ganhou 5 milhões de assinantes entre julho e setembro e chegou à marca de 113 milhões no Spotify Premium.

Spotify - escritório

A empresa afirma que o desempenho é explicado, principalmente, por uma boa performance dos planos para estudantes e famílias. A aceleração pelo segundo trimestre no ritmo de crescimento na América Latina também contribuiu para o resultado.

Entre julho e setembro, a receita do Spotify cresceu 28% em relação ao mesmo período de 2018 e ficou em € 1,73 bilhão (cerca de R$ 7,66 bilhões). As assinaturas trouxeram € 1,56 bilhão (R$ 6,91 bilhões) e os anúncios em versões gratuitas, € 170 milhões (R$ 752 milhões).

Depois de registrar um prejuízo de € 76 milhões no segundo trimestre, a empresa registrou um lucro de € 54 milhões (R$ 239 milhões). O resultado também foi melhor do que o prejuízo de € 3 milhões, do terceiro trimestre de 2018

Em comunicado, o Spotify destacou o fato de manter a posição em relação aos seus concorrentes. "Em relação à Apple, os dados disponíveis ao público mostram que estamos adicionando aproximadamente o dobro de assinantes por mês do que eles".

"Em outras partes, nossas estimativas sugerem que continuamos a adicionar mais usuários em uma base absoluta que a Amazon", afirma. O Spotify indicou ainda que o serviço de streaming da Amazon é formado, em boa parte, de usuários da versão com anúncios, e não de assinantes.

Podcasts têm "crescimento exponencial"

O Spotify, que reúne 500 mil podcasts, informa que a audiência dessas produções teve um "crescimento exponencial". Ela subiu 39% na comparação com o segundo trimestre. De julho a setembro, 14% dos usuários, ou 35 milhões de pessoas, ouviram ao menos a um podcast na plataforma.

Este é um dado que pode apontar para crescimentos no número de assinantes. Isso porque, de acordo com o Spotify, as pessoas que passam a usar o serviço por conta dos podcasts têm mais propensão a adotarem uma conta paga.

Caso o plano gratuito seja levado em consideração, o Spotify passou de 232 milhões para 248 milhões de usuários ativos mensais. Para o quarto trimestre de 2019, a empresa espera alcançar entre 255 milhões e 270 milhões de usuários.

Esta projeção prevê um crescimento para algo entre 120 milhões e 125 milhões de assinantes. Caso a estimativa se concretize, a receita do Spotify entre outubro e dezembro deve ficar entre € 1,74 bilhão e € 1,94 bilhão. A empresa, porém, prevê um prejuízo entre € 31 milhões e € 131 milhões para o período.

Com informações: Spotify, VentureBeat, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe

Obrigado pela dica esse PocketCast é muito bom

Mavis Gary

Eu amo esses. Sinto que estou com um grupo de amigos.

VolksW4GNER

Eu ouço enquanto jogo alguns jogos que não dependem de audição, como por exemplo jogos de corrida.

P. Herrera

Agradeço as sugestões, rapaziada.
Bora tentar né... Hahaha

André Noia

Tem vários perfis de podcast. No geral, muitos esticam demais o tempo. Penso que 40 minutos é ideal pra um podcast se resolver (já incluindo perguntas dos episódios passados, recados etc). Poucos precisam de mais do que isso. O do tecoblog eu gosto bastante, mas acho o tempo exagerado, vinhetas longas e desnecessárias (abertura e caixa postal, por exemplo), o que me afasta dos episódios. Podcasts bem elaborados, ao meu ver: Maria vai com as outras e Foro de Teresina (ambos da revista Piauí), Café da Manhã (Folha) e Vozes (CBN). No caso do Vozes, ele é enorme, mas os temas são tão densos que te envolvem facilmente que você nem sente passar.

Islan Oliveira

Eu antigamente não tinha muita paciência pra podcast, mas usei eles pra me distrair em dois momentos que detesto: viajar e lavar louça. E também às vezes ouvia enquanto jogava jogos mobile simples que não precisam de muito raciocínio. Hoje em dia ouço podcasts no tempo livre de boa, mas evito fazer isso, pois acabo gastando meu "estoque" de podcasts pra ouvir nos momentos das atividades tediosas citadas anteriormente.

doorspaulo

Depois que o PocketCast se tornou gratuito, comprei o CloudPlayer e acabei cancelando minha assinatura do Spotify.

Considerando que só ouço música mais antiga, pra mim serviu melhor que o Spotify.

Capitão Caverna

Eu só consigo ouvir podcasts tipo naruhodo ou tecnocracia pq são bem objetivos.
Aqueles que a galera fica 1h falando abobrinha aleatória não consigo

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Eu ouço o do tecnoblog fazendo outras atividades.

Caleb Enyawbruce

comece pelos de assuntos leves/descontraidos e de temas q vc gosta mais. Podcast pra mim é relaxante

Meiksonq

Comece com naruhodo e um de noticias como o "durma com essa" do nexo jornal ou café da manhã da folha exclusivo no spotify, estadão, gazeta do povo e o globo também possuem podcast de notícias

P. Herrera
Queria ter paciência pra podcast. Uma dia eu ainda consigo. Rs
P. Herrera

Queria ter paciência pra podcast. Uma dia eu ainda consigo. Rs