Início » Negócios » Amazon Prime chega a 150 milhões de membros após estreia no Brasil

Amazon Prime chega a 150 milhões de membros após estreia no Brasil

Segundo a Amazon, o quarto trimestre de 2019 foi o de maior adesão ao seu serviço de assinatura

Victor Hugo Silva Por

A Amazon divulgou seu balanço do quarto trimestre de 2019 e deu mais detalhes sobre o seu serviço de assinatura. Segundo a empresa, o período entre outubro e dezembro foi o de maior adesão ao Amazon Prime, que alcançou 150 milhões de usuários em todo o mundo.

Caixa da Amazon

Até então, os números só haviam sido revelados em abril de 2018, quando eram 100 milhões de usuários no mundo. Coincidentemente, este é o primeiro trimestre completo do Amazon Prime no Brasil, depois de seu lançamento em setembro de 2019.

O serviço é oferecido no Brasil por R$ 9,90 ao mês ou R$ 89 ao ano. Ele garante frete grátis nos pedidos da loja, além de acesso ao Prime Video, a dois milhões de faixas no Prime Music, ao serviço de ebooks Prime Reading e ao Twitch Prime.

Nos Estados Unidos, o Amazon Prime garante a entrega de alguns pedidos no mesmo dia ou até mesmo num intervalo de duas horas. De acordo com o CEO da Amazon, Jeff Bezos, as compras com estes prazos quadruplicaram no quarto trimestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano anterior.

Ele também destacou o serviço de streaming de vídeo da empresa. "Os membros do Prime assistiram ao dobro de horas de filmes e programas no Prime Video neste trimestre em comparação ao ano passado e as produções Amazon Originals receberam 88 indicações e 26 vitórias nas principais premiações".

O Amazon Prime e outros serviços da empresa, como o Amazon Music Unlimited, tiveram faturamento de US$ 5,23 bilhões no quarto trimestre de 2019. O resultado é 32% melhor do que o registrado no mesmo período de 2018.

A plataforma de computação em nuvem Amazon Web Services (AWS) teve faturamento de US$ 9,95 bilhões e cresceu 34% em relação ao último trimestre do ano anterior. A área de anúncios da empresa, por sua vez, foi a que mais cresceu (41%) e registrou faturamento de US$ 4,78 bilhões.

O faturamento total da Amazon no quarto trimestre de 2019  ficou em US$ 87,4 bilhões, 21% a mais do que nos últimos três meses do ano anterior. A empresa teve lucro de US$ 3,26 bilhões, com crescimento anual de 8%.

Com informações: VentureBeat, CNET.

Mais sobre: ,

Comentários da Comunidade

19 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido
Tá explicado como a Amazon subsidia os preços.
Paulo
Serviço incrível por um preço que cabe no bolso do brasileiro. Não utilizo mais Spotify, Netflix e assinaturas de certas revistas por causa do Prime. Além da twitch que tem certos jogos, brindes em jogos de varias plataformas. Por esses serviços dentro da assinatura já vale o preço (sem contar com a lista de frete gratuito dentro da amazon.com.br)
Só tende a crescer a gigante de Seattle…
Tiago Jeronimo
Assinei no primeiro dia que ficou disponível aqui no Brasil e não me arrependo, o serviço é muito bom, os preços é extremamente barato e o frete grátis, aliado ao preços dos livros oferecidos pela Amazon, deixa o pacote irresistível.
Espero que a Amazon traga logo os demais dispositivos Echo e inaugure o centro de distribuição no nordeste.
Felipe
Eu praticamente nem pesquiso mais coisas em outros sites, só na Amazon. O tempo de entrega deles tá excepcional (pelo menos pro interior de SP).
Comprei no dia do lançamento e já tá mais que pago, do tanto de itens de casa que passei a comprar lá. E ainda tem o Meliuz com um dos maiores retornos.
@ksio89
Enquanto isso, a B2W piora o Prime a cada dia e não unifica a assinatura para que valha nas três lojas do grupo. Depois do Amazon Prime mandei abraços pro Mercado Livre e seus PACs de 30 contos num produto de 10.
Eduardo Alvim
Eu assinei também e já comecei a comprar coisas que nem o Higa: sabão em pó, desinfetante, etc. Entregam rápido e, de quebra, ainda comecei a assistir Star Trek: Picard.
Arthur Silva Vicentini
Provavelmente a B2W só vai unificar os seus serviços Prime quando (ou se) unificar suas três lojas não-outlet (Americanas, Submarino e Shoptime) em uma só (provavelmente com a marca Americanas, de alguma forma).
A mesma coisa vale para os cartões de crédito (um para cada marca, inclusive para o outlet Sou Barato - mesmo ele tendo a chancela da Americanas), e além dos cartões da B2W (emitidos pela Cetelem), tem ainda o cartão da Americanas física (emitido pela Bradescard). O que complica mais agora que tanto as Lojas Americanas físicas quanto a Americanas.com passaram a atender por “Americanas” (mas com logos um pouquinho diferentes entre si: AMERICANAS física com logo em maísculas, americanas online com logo em minúsculas)!
@ksio89
Imho acho bobagem esse negócio de um grupo ter várias lojas, sendo que os produtos, preços e logística são idênticos. No Via Varejo é a mesma coisa, Casas Bahia, Extra e Pontofrio vendendo os mesmos produtos pelos mesmos preços e cobrando o mesmo valor de frete. Talvez façam isso pra criar a ilusão de concorrência no consumidor desavisado, pois não considero isso segmentação de mercado.
Netshoes e Zattini idem, quase todo item que está à venda em uma das lojas, está na outra também.
Zanac_Compile
A anos que falo, finalmente um concorrente a altura. Amazon é a Apple da década passada, Bezos é o novo Jobs
Eduardo
É uma proposta de valor boa para o consumidor, com frete grátis em produtos selecionados e o serviço de vídeo (que era mais caro sozinho) incluso, mas eles parecem estar se mexendo para tentar controlar os custos. Na minha região trocaram de transportadora e não estão mais honrando a entrega expressa em D+2 (“48 horas”), mesmo com o CEP ainda incluso na região de cobertura da propaganda.
Lucas Blassioli
Olha… desde que assinei ninguém aqui em casa abriu o site do Submarino, Americanas ou qualquer outro site da B2W… ¯_(ツ)_/¯
@Rogerio.Neves
Estou gostando bastante de assinar o Prime. O frete geralmente é absurdo pra minha cidade (às vezes sai mais caro que o produto). O único serviço que acho meia-boca é o Music. O Music Prime é bastante limitado, mesmo com 2 milhões de músicas. E o Music Prime Unlimited tem problemas como falta de álbuns de artistas conhecidos (presentes no Spotify e Deezer), playlists questionáveis (a Top Rock deveria ser chamar Imagine Dragons), artistas homônimos cadastrados como se fossem um só, etc. Assinei a Music Unlimited na promoção de R$ 1,99 por 4 meses, mas não devo renovar.
João Eduardo Medeiros
Meu sonho seria se o Amazon Prime Brasileiro fosse a mesma assinatura do Amazon Prime dos Estados Unidos, quando viajo pra lá o prime é uma mão na roda, same-day e next-day delivery de graça são mágicos.
Mas já seria abusar demais da bondade do Bezos kkkkk.
Otávio
Então… Essa também é a única reclamação que tenho. Assino o Prime mas a cada compra que faço é uma torcida pra que seja entregue via Correios. Porque quando é pela TEX Courier (Total Express) é uma lentidão sem fim, ao menos aqui no Sul de MG. Até o PAC é mais rápido que a entrega expressa da TEX aqui. Quando é Sedex então, 3 dias é o máximo que demora.
Arthur Silva Vicentini
Sobre as marcas da Via Varejo (Casas Bahia, Pontofrio e Extra.com.br - marca licenciada do GPA, não confundir com o site do Clube Extra, do GPA), Casas Bahia e Pontofrio se diferenciam pelos seus formatos, localização majoritária e público-alvo principal: Casas Bahia majoritariamente em lojas de rua, atingindo as chamadas classes C e D; Pontofrio na sua maioria em shoppings (e muitos comerciais do Pontofrio usavam a frase “passa no shopping!”), com as classes A e B como seu público-alvo (tanto que eu gosto de chamar o Pontofrio de “Casas Bahia gourmet”). Agora, o destino do Extra.com.br (ênfase no “.com.br”) é incerto. Alguns dizem que a Via Varejo vai manter a marca, outros dizem que vai vender de volta pro GPA.
Quanto à Zattini, a marca foi criada pela Netshoes (a varejista online de artigos esportivos) para ser sua loja de moda (os produtos em comum são de marketplace ou vendidos diretamente pela Netshoes/Zattini, agora parte do Magalu?).
@ksio89
Acho que eu não me expliquei direto, eu falei sobre as lojas online da Via Varejo, não das lojas varejistas, da qual desconheço a operação. É muito redundante ter três sites vendendo os mesmos produtos pelos mesmos preços e com a mesma logística. O mesmo se aplica a B2W, a única loja que ainda tem um foco diferente diferente é a SouCaro, digo, SouBarato.
Sobre a Netshoes e Zattini, realmente há uma distinção maior no tipo de produto vendido, mas ainda é bem comum eu ver peças vendidas, acessórios e itens de higiene, como desodorantes e perfumes, nos dois sites.
Se bem que a Ricardo Eletro unificou as lojas do grupo Máquina de Vendas (Insinuante, CityLar e Eletroshopping) sob a marca principal, e hoje está numa crise danada kkkkk, pelo menos reduziram bastante gastos com publicidade e promoções estão cada vez mais raras.
Fabricio de Oliveira Silva



TiagoJL:

Espero que a Amazon traga logo os demais dispositivos Echo


Ué, já não estão disponíveis?
Fabricio de Oliveira Silva



otaviopa:

orque quando é pela TEX Courier (Total Express) é uma lentidão sem fim


Estranho… Aqui no DF nunca passou de dois dias úteis.
Arthur Silva Vicentini
Ainda faltam os outros tamanhos do Echo Show (8" e 10,1"), Echo Flex, Echo Dot com relógio, Echo Dot Kids Edition, Echo Plus (com suporte a Zigbee), Echo Studio (com Dolby Atmos Music), Echo Auto, Fire TV Stick com Alexa Remote, Fire TV Stick 4K, Fire TV Cube (que também funciona como se fosse um Echo)…
Fabricio de Oliveira Silva
Eita… Nem sabia que tinha tantos
Gabriel Sardinha
É mais barato assinar o Prime, que vem com o Prime Vídeo, que continuar só com o plano antigo do mesmo. Que loucura!
Otávio
Então,creio que seja porque essas empresas terceirizam os serviços no interior. Não há uma base na cidade, como é o caso dos Correios. Para se ter uma ideia, na minha cidade (40mil hab) uma só pessoa é responsável pelas entregas da TEX, Direct Log, Transfolha e mais uma outra que não me lembro o nome. Aí já dá pra entender porque a demora nas entregas.
Fabricio de Oliveira Silva
Tem quatro meses que mudei do interior do Goiás. Pior que é assim mesmo, mas a transportadora local lá é média, tem mais funcionários
Tiago Jeronimo
Não, faltam o Echo Show 8,o Echo Plus e o Echo buds.
Jonata Silva
Melhor assinatura que fiz. E como compro bastante livros, o frete grátis (principalmente pra mim que moro no Nordeste) foi tudo o que eu queria. Vida longa a Amazon!
Participe da discussão