Início » Negócios » Peixe Urbano nega que vai adquirir Grin e Yellow [atualizado]

Peixe Urbano nega que vai adquirir Grin e Yellow [atualizado]

Peixe Urbano, conhecido pelas compras coletivas, estaria perto de adquirir a Grow, dos patinetes elétricos Grin e bicicletas Yellow

Felipe Ventura Por

O Peixe Urbano, empresa de comércio eletrônico que introduziu o conceito de compras coletivas na América Latina, nega uma possível aquisição da Grow Mobility, responsável pelas marcas Grin e Yellow. Passando por um momento difícil, ela retirou as bicicletas de todas as cidades brasileiras e passou a operar os patinetes elétricos apenas em três cidades.

Grin patinete

Quatro pessoas disseram à Reuters que a Peixe Latam está em negociações avançadas para comprar a Grow. A aquisição provavelmente não envolveria transferência de dinheiro, e sim de ações. No entanto, em comunicado ao Tecnoblog, “o Peixe Urbano nega qualquer negociação com a Grow Mobility”.

A Peixe Latam surgiu após a fusão entre o Groupon Latinoamérica e o Peixe Urbano em 2017; ambas foram adquiridas pelo fundo de investimento Mountain Nazca. O modelo de compra coletiva foi deixado de lado há anos: em vez disso, o site traz ofertas locais e cupons de desconto para restaurantes, cinemas e hotéis.

Uber acirra concorrência no setor

Analistas de mercado agora acreditam que a micromobilidade faz mais sentido para empresas que também oferecem outros serviços. É o caso da Uber, por exemplo: ela lançou seus patinetes elétricos em São Paulo nesta semana, e já os operava em Santos (SP).

Há também a preocupação de que o setor de micromobilidade não comporte muitas empresas. A Lime encerrou suas operações no Brasil em janeiro e saiu de dez cidades em outros países.

Também em janeiro, os patinetes elétricos da Grin e Yellow foram retirados de 14 cidades brasileiras, permanecendo apenas em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Enquanto isso, todas as bicicletas foram retiradas das ruas.

A Grow oferece uma assinatura chamada Grin Prime para usuários de SP, Rio e Curitiba: você paga R$ 15 mensais e não precisa arcar com a taxa de desbloqueio. A Uber, por sua vez, não cobra essa taxa na capital paulista: o custo é de R$ 0,90 por minuto.

Com informações: Reuters.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Com isso, espero que eliminem a cúpula que tá brigando feito idiotas pelo poder da empresa.

A maior culpa da empresa estar se esfacelado, é dos caras na diretoria.

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Recomendo não colocarem muito dinheiro na carteira do app Grin. Vá colocando aos poucos, de acordo com a demanda. Estou há mais de 1 mês tentando reembolso do meu saldo e fechamento da minha conta. A empresa dá diversas desculpas e não resolve. Por sorte o valor é baixo. Mas mesmo assim é complicado.

João Almeida (@Joao_Almeida)

A única q vai conseguir sucesso com isso de patinete é a Uber