Início » Cultura » Filmes da Disney, Marvel e Pixar deixam a Netflix no Brasil

Filmes da Disney, Marvel e Pixar deixam a Netflix no Brasil

Filmes da Marvel (Vingadores, Thor) e Pixar (Toy Story, Nemo) farão parte do Disney+ quando streaming chegar em novembro

Felipe VenturaPor

Vários filmes da Disney presentes no catálogo brasileiro da Netflix estão de saída: isso inclui títulos da Marvel como Vingadores, Thor e Homem-Formiga; além de Toy Story, Procurando Nemo, Divertida Mente e Carros da Pixar. Eles deixarão de estar disponíveis a partir de 1º de setembro e farão parte do Disney+ quando o serviço de streaming chegar ao país em novembro.

Isaac Quesada / Unsplash / Netflix

O Filmes Netflix, site que faz um acompanhamento diário do entra-e-sai no catálogo brasileiro, mostra as dezenas de filmes e séries marcados para remoção do catálogo na próxima terça-feira (1º). Vários deles são da Walt Disney Studios, Marvel Studios ou Pixar:

  • Agentes S.H.I.E.L.D. da Marvel (22 eps.)
  • As Crônicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa
  • As Crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian
  • Capitão América 2 – O Soldado Invernal
  • Carros
  • Carros 2
  • Divertida Mente
  • DuckTales: Os Caçadores de Aventuras (25 eps.)
  • Homem-Formiga
  • Os Incríveis
  • Os Vingadores – The Avengers
  • Procurando Dory
  • Procurando Nemo
  • Thor
  • Up – Altas aventuras

Enquanto isso, Toy Story, Toy Story 2 e Toy Story 3 estão marcados para sair em 15 de setembro; e Marvel – Fugitivos (Marvel’s Runaways), no dia 25.

Disney+ terá todo filme da Marvel Studios e Pixar

A Disney confirmou que seu serviço de streaming será lançado no Brasil em 17 de novembro: ele terá todos os filmes da Pixar e de Star Wars; todos os filmes da Marvel Studios no MCU (Universo Cinematográfico da Marvel), desde Homem de Ferro até Vingadores: Ultimato; e algumas das séries da Marvel, incluindo Fugitivos.

O conteúdo da Disney atualmente disponível no Prime Video também será migrado para o Disney+. O streaming da Amazon oferece filmes como Capitã Marvel, Vingadores: Ultimato e versões live-action de O Rei Leão e A Bela e a Fera; o acordo entre as duas empresas acaba em outubro.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
14 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Pessoalmente acredito que não. A Netflix soube construir sua base em cima de suas produções próprias e/ou exclusivas e o investimento nisso tem só aumentado nos últimos anos. Não vejo motivo pra alguém ter ficado na Netflix só por causa de poucos títulos da Disney. Eu, por exemplo, continuo na Netflix por causa de várias de suas séries próprias que gosto muito.

Agora, outro ponto é a entrada de novos concorrentes tanto em quantidade quando em qualidade. Como a maioria das pessoas não vê sentido em assinar todos (financeiramente e até por questão de tempo) - com toda razão - o que acredito que vai acontecer é as pessoas ficarem com um serviço principal e alternando em uma segunda opção. Isto é, quando sair uma série ou filme que gosta muito num determinado serviço que não é o seu principal, a pessoa vai lá e assina. No mês seguinte (ou depois de alguns meses) ela vê qual dos serviços vai ter o conteúdo que mais lhe agrada e assina, e assim por diante.