Início » Gadgets » Chromecast com Google TV não funciona via USB e requer tomada

Chromecast com Google TV não funciona via USB e requer tomada

Além de precisar de mais energia, o novo Chromecast não vem com adaptador Ethernet – mas você pode comprá-lo à parte

Ana Marques Por

Após o lançamento do Chromecast com Google TV, na tarde desta quarta-feira (30), algumas informações sobre o novo dongle começam a aparecer. Uma delas diz respeito à alimentação do dispositivo, que requer mais energia do que as versões anteriores, e não funcionará apenas via USB. Além disso, usuários que pretendem utilizar cabo de rede para uma conexão mais estável deverão gastar um pouco mais.

Chromecast com Google TV

A informação sobre a necessidade de uma tomada elétrica próxima apareceu em letras miúdas, durante a apresentação do novo Chromecast. De acordo com o Android Police, o dongle exibe uma mensagem de aviso quando você o conecta em uma fonte de pouca energia (como a porta USB da sua TV).

As especificações técnicas reveladas pela fabricante durante o lançamento não indicam exatamente a quantidade de energia necessária para o funcionamento do Chromecast com Google TV, mas ao menos o adaptador para tomada está incluso na caixa.

Chromecast com Google TV tem suporte a Ethernet, mas exige adaptador vendido à parte

Já quem pretende utilizar um cabo de rede para transmitir conteúdo em 4K com maior estabilidade, terá que gastar um pouco mais. Diferentemente do que acontece com o Chromecast Ultra, o novo dispositivo não conta com o adaptador Ethernet acoplado à fonte de energia.

Adaptador Ethernet para Chromecast com Google TV

Para este fim, os consumidores deverão optar por um novo adaptador disponível na loja do Google. Ele custa US$ 20 (aproximadamente R$ 112, em conversão direta, sem impostos), e a estimativa de entrega é para outubro, nos Estados Unidos.

Vale lembrar que apesar do anúncio recente, ainda não há previsão para a chegada do novo Chromecast com Google TV ao Brasil.

Com informações: Android Police (1 e 2)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renato Garcia (@Renato)

Putz, mancada do Google a alimentação do Chromecast não poder ser via USB. Já não tenho mais espaço na minha régua perto da TV haha É TV, roteador, aparelho da operadora de TV…

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

A USB entrega só 500mAh, é pouco pra qualquer coisa além de um “espelhador” de tela.

@teh

varias tvs possuem uma usb que tem mais de 500mah, pra ler aquele hd portatilmais parrudo por exemplo. A minha mesmo tem uma que especifica ter 1A, as outras sao 500mah, mas enfim, depende da tv.

@Banana_Phone

Será que se fosse alimentada por 2 USBs não teria energia suficiente? Eu comprei um case para meu HD virar um HD portátil, mas ele precisa ser plugado em 2 portas USB para funcionar, pois uma não entrega energia suficiente.

Tiago Celestino (@tcelestino)

Nesse caso, o Fire Stick parece ser uma opção.

Alex (@wuhkuh)

Esse Sabrina me fez pensar em trocar a Mi Box, pois ele é todo lindo, o corpo, o controle, as cores e a interface que está toda única e acho que dificilmente chegará pras as atuais boxes

@RODRIGO

Meu caro, desejo tê-lo! 4K HDR/HDR10+, Dolby Vision/Dolby Atmos, interface Google TV, 2GB/8GB, Wi-Fi ac, Bluetooth 4.1, controle remoto Bluetooth, entrada de alimentação USB-C etc!! Além da cor branca, haverá cores azul bebê e salmão à escolha do comprador!! Fantástico, não é???

🤷‍♀️ (@xavier)

Sim e não. Quando ligado no USB ele até funciona, porém tem desempenho reduzido e todas as funções de atualização de software ficam pausadas.

Reginaldo Ribeiro (@Reginaldo_Ribeiro)

Ter que usar a tomada em troca de ter a funcionalidade de cabo ethernet? Perfeito essa sacada do Google, tem muito conteúdo que não funciona bem no wifi mesmo com bons roteadores. (cof cof iptv).

Alex (@wuhkuh)

Esse Sabrina tem o mesmo hardware das boxes atuais, não tem possibilidade alguma dele funcionar só na porta USB. o Chromecast era básico, até pilha ligava ele

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

HDs funcionam com 500mAh, não precisam de mais energia que isso.

E mesmo 1A é pouco pra um aparelho como esse novo Chromecast. Veja que o único celular que consegue carregar com 5W (1A, 5V) é o iPhone e mesmo assim carrega muito lentamente. Qualquer outro aparelho precisa de mais energia pra conseguir carregar mais a bateria que consumi-la.

Pra alimentar um Chromecast desses, é necessário 2A ou 3A. Nenhuma TV tem corrente acima disso. Aliás, é raro até computadores e mesmo USB de carro terem USB com corrente suficiente pra manter qualquer aparelho mais complexo ligado.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

O antigo Chromecast é muito mais simples que esse novo.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Esses cabos eram usados em USB “1.0”. Elas não davam conta de enviar energia e dados pela mesma porta, então era preciso usar uma USB pra dados e outra pra energia. A partir da USB 2.0, não é mais necessário, uma única porta é capaz de fornecer os dois ao mesmo tempo.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Só que não. Toda porta USB, independente da versão, consegue fornecer energia e transmitir dados simultaneamente, a função de um cabo USB Y como o mencionado pelo @Banana_Phone é apenas entregar mais corrente ao combinar a energia de duas portas diferentes em um único cabo.

Esse tipo de arranjo é mais comum de ser encontrado em cabos USB 1.0/2.0, pois a especificação garante apenas 500 mA nessas versões, valor que posteriormente subiu pra 900 mA com a chegada do USB 3.0.