O que é USB-C e quais as vantagens desse tipo de conector?

Entenda o que é USB Type-C, um padrão de conector reversível usado em cabos USB para transmissão de dados e energia; tecnologia vem substituindo outros conectores, como o Micro-USB e o Lightning

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 5 meses
Cabos USB-C (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Cabos USB-C (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

USB-C é um tipo de conector usado em cabos USB para transmissão de dados e energia. Tem 24 pinos e seu principal diferencial em relação aos padrões anteriores é a simetria e reversibilidade do conector, o que permite encaixá-lo na porta USB em duas orientações.

O conector USB tipo C foi lançado em 2014 e substituiu gradualmente o padrão Micro-USB, comum em smartphones, fones de ouvido sem fio e outros eletrônicos portáteis. A seguir, entenda as vantagens, desvantagens e funcionamento do plug USB-C.

Como funciona a conexão USB-C?

O USB-C funciona por meio de um conector reversível com 24 pinos que transmitem dados e energia. Ele foi desenvolvido como uma alternativa aos conectores USB tipo A e tipo B, que eram mais comuns nas primeiras versões do USB, como a 1.1 e a 2.0.

A primeira versão do USB Type-C foi publicada em agosto de 2014, um ano depois do lançamento do USB 3.1. O conector não está diretamente relacionado a uma versão específica do padrão USB, por isso, é possível encontrar cabos tipo C que suportam apenas USB 2.0, com velocidade máxima de 480 Mb/s.

Entre os 24 pinos de uma porta USB-C, 8 servem para transmissão de energia e aterramento (VBus e GND), 8 para dados em alta velocidade (SuperSpeed), 4 para dados em USB 2.0 (High-Speed), 2 para orientação de configuração do cabo (CC) e 2 para funções auxiliares (SBU).

Os pinos CC identificam a orientação do conector (se ele foi inserido de “ponta-cabeça” ou não), enquanto os pinos SBU (Sideband Use) são usados para outras tecnologias que não o USB, como a transmissão de sinais de vídeo via HDMI, DisplayPort e Thunderbolt.

Detalhe de um cabo USB-C (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Detalhe de um cabo USB-C (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O que é USB-C Power Delivery (USB-PD)?

USB Power Delivery (USB-PD) é um padrão de transmissão de energia via USB que é usado principalmente em carregamento rápido de bateria. O USB-PD 1.0 suportava potências fixas de 10, 18, 36, 60 e 100 watts, e depois foi atualizado para transmitir até 240 W em diferentes configurações de tensão (até 48 V) e corrente (até 5 A).

O que é Alternate Mode no USB-C?

Alternate Mode é uma especificação que permite transmitir outros sinais de dados (que não o USB) por meio de um cabo USB-C. Nesse modo, determinados pinos do conector são alternados para enviar e receber sinais de HDMI, Thunderbolt e outras tecnologias.

O DisplayPort, o Mobile High-Definition Link (MHL) e o HDMI permitem transmitir vídeo para monitores e TVs compatíveis por meio de um cabo USB com Alternate Mode. A inclusão do Thunderbolt, em 2015, aumentou a versatilidade do USB-C porque liberou até mesmo a transmissão de sinais Ethernet, protocolo usado em cabos de rede.

O que é um cabo USB Type-C 2.0?

Um cabo USB-C 2.0 é aquele que possui conector tipo C, mas não suporta a transmissão de dados em alta velocidade do USB 3.0 e versões posteriores. É comum em cabos USB-C mais baratos com USB-PD, nos quais a recarga rápida de bateria é mais importante que a velocidade de transferência de dados.

Para que serve o conector USB tipo C?

O USB-C foi lançado apenas como um novo tipo de conector USB, mas atualmente pode assumir diversas funções:

  • Transmissão de dados via USB: é o uso mais conhecido do USB-C e suporta diferentes velocidades de transferência dependendo da versão do USB;
  • Fornecimento de energia: o USB Power Delivery suporta até 240 watts de potência, o que eliminou a necessidade de cabos e conectores adicionais de energia para notebooks, monitores e outros tipos de eletrônicos;
  • Saída de vídeo: é possível usar o Alternate Mode para transmitir sinais de vídeo em HDMI e DisplayPort a partir de um celular ou computador, o que diminuiu a necessidade de adaptadores ou portas dedicadas de vídeo;
  • Conexão de áudio: o conector USB-C em conjunto com o padrão Audio Adapter Accessory Mode pode substituir completamente o antigo plug analógico (conhecido como 3,5 mm ou P2) em um fone de ouvido, além de carregar simultaneamente a bateria do dispositivo;
  • Um conector único para todos governar: o USB-C é obrigatório a partir do USB4, e é o único conector usado no Thunderbolt 3 e Thunderbolt 4, o que reduz o uso de adaptadores.

Qual cabo USB-C transmite vídeo?

Um cabo USB-C deve suportar o Alternate Mode para transmitir vídeo, e a qualidade dependerá das especificações informadas pela fabricante. Verifique principalmente a resolução de imagem e a taxa de atualização suportadas pelo cabo.

Em geral, cabos USB-C mais antigos ou baratos suportam apenas 4K com taxa de atualização de 30 Hz, o que causa um efeito desagradável de cintilância na imagem. Além disso, se a largura de banda for baixa, não será possível reproduzir conteúdos com HDR.

Qual cabo USB-C carrega mais rápido?

Um cabo USB-C deve suportar USB Power Delivery (USB-PD) e ser conectado a um carregador compatível para transmitir energia com alta potência. Em geral, cabos melhores são mais grossos para suportar correntes mais altas e são mais curtos para reduzir a perda de energia.

A versão do USB-PD implementada no cabo, carregador e dispositivo também interfere na velocidade. O USB-PD 1.0 suportava apenas duplas fixas de tensão e corrente (por exemplo, 5 V e 2 A para 10 W, ou 12 V e 1,5 A para 18 W), ou seja, não era possível ter potências intermediárias. Já as versões mais novas do USB-PD são mais versáteis e suportam variações de até 240 W.

Quais são as vantagens do USB-C?

  • Reversibilidade: o conector USB-C funciona normalmente mesmo quando é colocado de ponta-cabeça, diferente dos padrões antigos, que só suportavam uma orientação específica;
  • Universalidade: ele é projetado para funcionar em qualquer tipo de dispositivo, como notebooks, celulares, adaptadores de tomada e monitores, o que eliminou a necessidade de ter tipos de conectores diferentes nas pontas dos cabos USB;
  • Versatilidade: apesar de ter sido pensado para o USB, o padrão USB-C pode transmitir diferentes tipos de sinais, como HDMI, Thunderbolt e DisplayPort, reduzindo a necessidade de adaptadores;
  • Alta velocidade de transferência de dados: o conector USB-C pode ser usado em cabos que transmitem dados a dezenas de gigabits por segundo, o que é suficiente para exibir imagens em 8K a 60 Hz com HDR10 no USB4;
  • Alta capacidade de potência: o USB Power Delivery permite transmitir muita energia no mesmo cabo de dados, o que evita o uso de cabos separados.

Quais são as desvantagens do USB-C?

  • Falta de clareza no padrão: as fabricantes nem sempre especificam claramente as capacidades de um cabo USB-C, o que gera confusão nos consumidores;
  • Variação muito grande nas especificações: o mesmo conector é usado em um cabo Thunderbolt 4 com alta velocidade de transferência de dados e em um cabo USB 2.0 lento com baixa potência, o que cria o inconveniente de ter que encontrar um cabo adequado para cada necessidade;
  • Diferenças significativas de qualidade: como o USB-C é uma especificação muito aberta, o mercado foi inundado por cabos de baixíssima qualidade, sendo que alguns deles até danificam eletrônicos por estarem fora do padrão.

Qual é a diferença entre USB-C e Lightning?

USB-C é um conector padrão de mercado lançado em 2014 pelo USB Implementers Forum (USB-IF), enquanto Lightning é um conector proprietário lançado em 2012 pela Apple. Nosso artigo detalha as diferenças entre USB-C e Lightning.

O Lightning substituiu o antigo conector de 30 pinos da Apple e se tornou comum entre o iPhone 5 e o iPhone 14. Ele também é reversível como o USB-C, mas tradicionalmente esteve limitado a potências mais baixas e exigia o pagamento de royalties para a Apple.

Qual é a diferença entre USB-C e Thunderbolt?

USB-C era originalmente um novo conector desenvolvido para o protocolo USB, enquanto Thunderbolt é uma interface lançada em 2011 por Intel e Apple para conectar periféricos a computadores.

O conector padrão do Thunderbolt é o USB-C desde o Thunderbolt 3. No entanto, para usar todas as capacidades da tecnologia Thunderbolt, tanto a porta (identificada por um símbolo de raio) quanto o cabo (muitas vezes chamado de “cabo ativo”) devem suportar a especificação.

Qual é a diferença entre USB-C e Micro-USB?

USB-C e Micro-USB são dois tipos de conectores usados no USB. O Micro-USB era mais comum em celulares e dispositivos portáteis. Ele tinha como desvantagens a falta de reversibilidade, a baixa velocidade de transferência de dados, a potência de carregamento limitada e a menor durabilidade em relação ao USB-C.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre USB-C na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados