O que é a entrada Lightning dos iPhones antigos? Saiba como funciona o conector da Apple

Lightning é uma tecnologia de conexão proprietária adotada em iPhones, AirPods e outros eletrônicos da Apple; entrada vem sendo substituída pelo USB-C em novos produtos

Emerson Alecrim Paulo Higa
Por e
Cabo Lightning (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Cabo Lightning (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Lightning é um conector compacto desenvolvido pela Apple para transmissão de dados e carregamento de energia via cabo em iPhones e iPads. A tecnologia também aparece em acessórios para esses dispositivos, a exemplo do estojo dos AirPods.

O Tecnoblog mostra, a seguir, qual o formato de um conector e de uma porta Lightning, como a tecnologia funciona, qual velocidade ela alcança, vantagens e limitações, e diferenças em relação ao USB-C.

Como funciona um cabo Lightning?

A Apple introduziu o cabo Lightning em 2012 para permitir que o iPhone 5 e posteriores sejam recarregados, bem como enviem e recebam dados por meio de uma única conexão. Para isso, o conector Lightning conta com oito pinos, sendo quatro para dados, dois para alimentação elétrica e os demais para controle.

Para tornar o conector reversível (possível de ser encaixado de qualquer lado), a Apple colocou oito pinos em cada lado dele, totalizando 16 contatos, em um plugue com apenas 6,7 x 1,5 mm de tamanho. A outra ponta do cabo costuma ter conector USB, podendo ser do tipo A ou do tipo C.

Contatos do conector Lightning (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Contatos do conector Lightning (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Uma conexão Lightning também é otimizada para transmitir áudio a fones de ouvido. Esse tipo de uso se tornou comum a partir do lançamento do iPhone 7, a primeira versão da linha a vir sem conexão de 3,5 mm para fones.

Conectores Lightning contam ainda com um pequeno chip de autenticação para impedir que fabricantes externos lancem acessórios compatíveis sem passar pelo licenciamento da Apple. A Apple não permite que a tecnologia seja usada em celulares e tablets de outras marcas.

iPhone 14 Pro com fones de ouvido Lightning (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
iPhone 14 Pro com fones de ouvido Lightning (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Qual é a velocidade da tecnologia Lightning?

A taxa de transferência de dados da tecnologia Lightning condiz com a velocidade do USB 2.0, de até 480 Mb/s. Nos cabos Lightning compatíveis com USB 3.0, usados em alguns modelos do iPad Pro, a velocidade máxima é de 5 Gb/s.

Já a taxa de carregamento do Lightning depende da potência suportada pelo iPhone e o carregador. Os primeiros iPhones tinham carregadores de até 5 W. O iPhone 8 passou a suportar até 12 W. Cabos Lightning com USB-C suportam carregadores com taxas de 18 a 140 W, explica a Apple.

Cabo Lightning com USB-C (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Cabo Lightning com USB-C (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Quais produtos da Apple têm conexão Lightning?

A conexão Lightning foi utilizada principalmente em iPhones, mas também está disponível em alguns modelos do iPad e em acessórios da Apple, como mostra a lista a seguir:

  • iPhone 5 ao iPhone 14;
  • iPad Pro e iPad Pro (2ª geração);
  • iPad Air, iPad Air 2 e iPad Air (3ª geração);
  • iPad Mini até a 5ª geração;
  • iPad até a 9ª geração;
  • Apple Pencil (1ª geração);
  • AirPods até a 3ª geração;
  • AirPods Pro até a 2ª geração;
  • AirPods Max;
  • Magic Mouse, Magic Keyboard e Magic Trackpad;
  • Siri Remote (até a Apple TV de 4ª geração).

A linha de celulares da Apple passou a adotar o conector USB-C no lugar da porta Lightning a partir do iPhone 15, lançado em 2023.

Porta Lightning no iPhone 14 Pro (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Porta Lightning no iPhone 14 Pro (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Quais são as vantagens e desvantagens da entrada Lightning?

A tecnologia Lightning tem como vantagens o formato reversível e o conector com tamanho reduzido, mas sua taxa de transferência de dados é restrita e o suporte é exclusivo de dispositivos da Apple. Entenda as vantagens e desvantagens do Lightning:

  • Conector reversível: o conector Lightning pode ser encaixado virado para cima ou para baixo, o que o torna mais prático que o micro-USB, conector que foi padrão em celulares por muitos anos;
  • Tamanho reduzido: as dimensões de 6,7 x 1,5 mm fazem o conector ocupar pouco espaço em iPhones e iPads;
  • Conformidade: cabos Lightning produzidos pela Apple ou companhias autorizadas seguem padrões técnicos que garantem o seu bom funcionamento;
  • Velocidade de transferência de dados limitada: a taxa de transferência de dados é de até 480 Mb/s nos cabos Lightning compatíveis com USB 2.0, e de até 5 Gb/s nas unidades que suportam o USB 3.0;
  • Exclusivo da Apple: o Lightning é exclusivo dos dispositivos móveis da Apple, diferentemente dos conectores USB, que são um padrão industrial.

Conheça, também, as diferenças entre o Lightning e seu principal concorrente, o USB-C.

Lightning em fones Beats Solo Pro, marca pertencente à Apple (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Lightning em fones Beats Solo Pro, marca pertencente à Apple (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O que é o selo MFi no cabo Lightning?

O MFi (Made For iPhone/iPad/Apple Watch) é um conjunto de normas criado pela Apple para garantir que acessórios fabricados por outras empresas funcionem de modo padronizado em dispositivos como iPhones, iPads, iPods e Apple Watch.

Os produtos condizentes com o programa MFi recebem uma certificação que atesta o seu desempenho quando conectados aos dispositivos da Apple. Entre os requisitos para isso está a implementação correta do Lightning.

O que é Líquido Detectado no conector Lightning?

A mensagem “Líquido Detectado no conector Lightning” é exibida pelo iPhone XS ou superior quando o aparelho detecta a presença de fluídos na porta Lightning. Um alerta de “carregamento indisponível” surge quando a recarga é bloqueada para evitar que o líquido danifique o Apple.

Para resolver o problema, a Apple orienta bater levemente no iPhone com o conector apontado para baixo e manter o aparelho em um local seco e com fluxo de ar. Não use a porta Lightning até ter certeza de que o conector está livre de líquidos.

Qual é a diferença entre Lightning e USB-C?

O plugue do conector Lightning tem 16 pinos (oito de cada lado) e formato de pastilha. Já o conector USB-C tem 24 pinos, é ligeiramente maior e tem plugue com uma abertura central. O Lightning suporta ainda até 5 Gb/s na versão com USB 3.0, enquanto o padrão USB-C pode alcançar taxas de 80 Gb/s ou mais.

Qual é a diferença entre Lightning e o conector dock de 30 pinos?

Lightning é o sucessor do conector de 30 pinos (também conhecido como “conector dock”) usado pela Apple em dispositivos como iPhone 4s e iPod Classic. O antigo conector tinha 26 mm de largura para abrigar os 30 pinos e permitia encaixe apenas de um lado.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados