Início » Finanças » Como cancelar o saque emergencial do FGTS

Como cancelar o saque emergencial do FGTS

Cancelamento do saque emergencial pode ser feito por meio do aplicativo FGTS no celular Android ou iPhone (iOS)

Ana MarquesPor

Trabalhadores que não quiserem receber até R$ 1.045 referentes ao saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) podem informar a decisão à Caixa Econômica Federal ou aguardar até que a quantia creditada seja estornada. O procedimento para cancelar o saque emergencial do FGTS pode ser realizado pelo celular, por meio do aplicativo disponível para Android e iPhone (iOS).

CEF / app FGTS

Aplicativo do FGTS (Imagem: Divulgação/Caixa)

Como cancelar o saque emergencial do FGTS

O crédito do saque emergencial do FGTS começou a ser debitado no dia 29 de junho de 2020. O valor cai na Poupança Social Digital, que foi aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores.

Para cancelar o saque emergencial, o procedimento é o seguinte:

  1. Baixe o app FGTS na Play Store ou App Store e faça o login com o seu CPF e senha;
  2. Caso esse seja o seu primeiro acesso, confirme as informações de cadastro e aceite os termos do contrato de prestação de serviços do app;
  3. Na tela inicial do app, acesse “Saque emergencial FGTS”;
  4. Toque em “Ir para saque emergencial”;
  5. Caso o depósito ainda não tenha sido feito, você verá o valor e a data disponível para o saque – role até o fim da página e opte por “Solicitar o cancelamento do saque”.
  6. Em seguida, você deverá confirmar a operação em “Continuar” e finalizar em “Sim”.
Como cancelar o saque emergencial do FGTS (Imagem: Reprodução/Caixa)

Como cancelar o saque emergencial do FGTS (Imagem: Reprodução/Caixa)

Posso cancelar o saque caso o débito já tenha sido feito?

É possível solicitar a devolução dos valores creditados na Poupança Social Digital para a conta do FGTS. A Caixa dá um prazo de até 30 dias para que a operação seja realizada após a solicitação. Você pode fazer o pedido por meio do app FGTS ou pelo site da Caixa.

Caso você não movimente a poupança digital até o dia 30 de novembro de 2020, o valor também retorna à conta do FGTS – opção mais cômoda para quem não pretende utilizar o saque emergencial, mas esqueceu de cancelar com antecedência.

Com informações: Caixa

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando