Início » Negócios » iPhone 12 Mini tem vendas fracas e pode ser encerrado

iPhone 12 Mini tem vendas fracas e pode ser encerrado

Apesar de recorde de faturamento com celulares no fim de 2020, baixa demanda do iPhone 12 Mini preocupa Apple

Victor Hugo SilvaPor

A Apple registrou um recorde de faturamento com iPhones no último trimestre de 2020, mas mantém o sinal amarelo com um dos dispositivos lançados em outubro. O iPhone 12 Mini, versão com tela de 5,4 polegadas, tem registrado uma participação pequena no faturamento da empresa e pode ter sua produção interrompida.

iPhone 12 Mini (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

iPhone 12 Mini (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Segundo a consultoria Counterpoint Research,o iPhone 12 Mini respondeu por somente 5% das vendas de celulares da Apple na primeira quinzena de janeiro. O restante corresponde às outras variantes de sua geração – iPhone 12, 12 Pro e 12 Pro Max – e aos modelos da geração anterior – iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max.

O levantamento da Counterpoint Research também indica uma queda constante, ao menos desde 2019, na demanda por smartphones com menos de 6 polegadas. Neste cenário, o analista da J.P. Morgan, William Yang, afirma que é possível esperar que a Apple paralise a produção do iPhone 12 Mini no segundo trimestre.

“O ajuste do mix de produtos é bem esperado por investidores e não deve ser uma surpresa negativa”, afirmou Yang. “Isso está de acordo com o que estamos vendo no mercado global mais amplo, onde telas abaixo de 6 polegadas agora representam cerca de 10% de variação de todos os smartphones vendidos”.

iPhone com tela pequena tem perdido espaço nos últimos anos (Imagem: Reprodução/Reuters)

iPhone com tela pequena tem perdido espaço nos últimos anos (Imagem: Reprodução/Reuters)

Apple bate recorde com iPhone 12

O lançamento das quatro versões iPhone 12 contribuiu para um recorde no faturamento da Apple com celulares. No último trimestre de 2020, o segmento teve receita de US$ 65 bilhões. Com o resultado, a empresa superou o registrado no último trimestre de 2017, quando lançou o iPhone X e faturou US$ 61,5 bilhões com smartphones.

Considerando todas as divisões, a Apple também bateu recorde no último trimestre de 2020 ao registrar receita de US$ 111,4 bilhões. Esta foi a primeira vez em que a empresa superou os US$ 100 bilhões de faturamento em um trimestre. O desempenho se torna ainda mais significativo ao levar em conta a pandemia do novo coronavírus, que fechou lojas e atrasou a produção.

Ao apresentar os resultados financeiros dos últimos três meses de 2020, Tim Cook informou que a empresa chegou à marca de 1,65 bilhão de dispositivos ativos em todo o mundo. Como é possível imaginar, a maioria deles são celulares: há mais de 1 bilhão de unidades de iPhones em uso atualmente.

Com informações: Reuters.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Schio ☭ (@Sckillfer)

Eu adoraria ter o iPhone mini, mas depois do fiasco que é a bateria do SE '20, não é difícil entender a falta de interesse no mini; Apple se dedicou em associar menor á pior experiencia, por mais que não menos potente.

LekyChan (@LekyChan)

ele é capado em comparação com os demais modelos, fora o armazenamento ridículo de 64GB, hoje em dia qualquer intermediário tem 128GB, um dito High End ter menos que isso é piada de mau gosto

Matheus Vicente (@Matheus_Vicente)

Isso é uma pena, porque eu adorei essa versão do celular. É o melhor celular que já usei na minha vida, saí de um Galaxy S10e porque eu achei o tamanho do Mini perfeito. E diferente do que o @LekyChan falou, ele não é capado em relação aos demais modelos, ele tem o mesmo processador, a mesma câmera, a mesma tela (na verdade melhor), e todas as demais característica do irmão maior. A coisa que é realmente diferente é a bateria, mas aí é uma limitação das leis da física, se o corpo é menor a bateria vai ser menor. E apesar disso, a bateria ainda é excelente, melhor que o do S10e (que era maior e tinha uma bateria maior), além de carregar extremamente rápido, então no pior dos casos se for sair é só da uma carguinha de 20/30 minutos antes.

Eu gostei muito, e espero não só que a Apple não desista, como que as outras empresas sigam o bonde (não que eu vá comprar né, porque agora estou preso no ecossistema da Apple), quanto mais opções melhor!

Guilherme Oliveira (@Guilherme_Oliveira)

Problema do iPhone 12 Mini é q ele é mini demais.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Nem tanto. Ele tem praticamente a mesma tela de um modelo plus, o que muda é a proporção da tela. Entretanto possui mais bateria que os modelos de 4.7”, mas ainda aquém dos irmãos maiores, mas de resto os componentes são iguais.

Sinceramente pra Apple o mini vender mal é até bom, já que o ticket médio subiu e alavancou as vendas dos modelos mais caros. Entretanto do ponto de vista de marketing ter um aparelho com desempenho fraco é uma mancha. Acho que esse ano ainda teremos uma segunda edição e 2022 ele cai fora.

Rodrigo (@rodrigo1)

Pois é, e acho que tamanho não é bem desculpa. Se pegar o Galaxy S21, ele é só 2 cm mais alto, 7 milímetros mais largo, e tem quase o dobro de bateria! (4.000mah contra ±2.200 do iphone 12 mini). A Apple poderia melhorar nisso daí.

Ainda assim eu compraria o 12 mini se não fosse tão ridiculamente caro. Minha ideia seria esperar essa pandemia passar então comprar o 12 mini no exterior assim que o 13 fosse lançado. Mas aparentemente não vai rolar então. (Até acho que ainda bem nesse caso, não seria o melhor negócio do mundo não)

Eu gostei dos Galaxy S21, é bem provável que eu troque de plataforma de novo. O S21 é mais barato (lá fora), mesmo tendo mais armazenamento. O ruim seria o tamanho ligeiramente maior.

² (@centauro)

34 gramas mais pesado e 5mm mais espesso.

De qualquer forma, querendo ou não, 2cm de altura e 7mm de largura e 5mm de espessura faz diferença em termos de capacidade porque o que conta é a dimensão física da bateria mesmo. Talvez dê pra aumentar a densidade energética, mas daí você aumenta o risco de acidentes e baterias explodindo e pegando fogo.

A Apple sempre priorizou design e eles provavelmente contavam que o SoC novo fosse eficiente o suficiente para compensar a bateria menor, mas é certo que eles poderiam ter aumentando um pouco as dimensões pra colocar uma bateria um pouco maior.

André Cardoso (@andre)

Eu só não comprei por causa da bateria mesmo, por isso fiquei com o 12 comum, mas o tamanho é perfeito para quem gosta de celular menor.

Rodrigo (@rodrigo1)

Cara, 2cm, 7mm e 0,5mm (metade de 1mm e não 5mm como você mencionou) não dá pra enfiar 80% (quase o dobro) mais bateria só considerando esse espaço. Essa é uma escolha da Apple.

É só você comparar o S21 e o iphone 12 comum, ambos tem quase o mesmo tamanho (o iphone 12 é 5mm menor na altura, 0,5mm menor na espessura e 0,3 maior na largura), mas o da Samsung conta com 4.000mah e o iphone com 2.815mah. Uma bateria 42% maior em um corpo de praticamente o mesmo tamanho.

Fica claro que é uma escolha da apple. Sabendo que seu chip e OS são melhor otimizados energeticamente, economiza mais no tamanho da bateria do aparelho, enquanto vende ele mais caro.

J. Alves (@alves)

Na verdade o Mini vende pouco pela tela pequena. A Apple tem outros aparelhos com bateria ruim que vendem bem.

J. Alves (@alves)

Cara, o mais vendido é o iPhone 12 normal, que é exatamente o mesmo aparelho que o Mini, só que mais caro e com uma tela maior. E 64GB é suficiente pra muita gente, ainda mais com o iCloud.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Esse era o único iPhone que me faria sair do Android e uma das razões era justamente o tamanho. Uma pena, porém totalmente compreensível tendo em vista a tendência de consumo das pessoas.