Início » Gadgets » Amazon prepara robô doméstico Vesta com Alexa embutida

Amazon prepara robô doméstico Vesta com Alexa embutida

O Amazon Vesta pode ter o tamanho de dois Echo Show 8, sensores, tela, microfones e a Alexa para conversar com os humanos

André FogaçaPor

A Amazon parece não estar contente em entregar apenas caixas de som e telas inteligentes para a casa das pessoas, ela quer um robô doméstico chamado internamente de Vesta e que possa conversar com as pessoas com ajuda da Alexa. Este projeto já está em desenvolvimento faz bastante tempo, mas rumores apontam para seu crescimento dentro da empresa.

Amazon Echo Show 8 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Amazon Echo Show 8 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Fontes próximas ao assunto comentam que a Amazon já tem mais de 800 funcionários dedicados para este robô, que figura como uma das maiores iniciativas que estão crescendo dentro do gigante do varejo online, em uma divisão da Amazon responsável por criar dispositivos para interação com outras pessoas, o Lab126 – o mesmo responsável pelo desenvolvimento de produtos como os leitores Kindle, a Alexa e os falantes Echo.

O número de colaboradores dedicados ao Vesta também aparece junto do crescimento da equipe responsável por seu suporte, indicando um estágio bastante avançado de protótipo e que está se aproximando do momento de seu lançamento como produto final ao consumidor.

Amazon tem receio de lançar o Vesta

Por mais promissor que possa parecer, o desenvolvimento do robô doméstico Vesta não está tão acelerado quanto poderia ser. As mesmas fontes também apontam o receio da própria Amazon neste projeto, principalmente depois do fracasso da empresa quando tentou entrar no mercado de smartphones.

A Amazon criou e chegou a apresentar o Fire Phone, um celular que nasceu em 2014 com a promessa de entregar um Android com muita alteração nas mãos dos consumidores, seguindo o caminho trilhado pela linha de tablets da empresa. Mesmo com o processador Snapdragon 800, 2 GB de RAM, até 64 GB de memória interna e uma engenhoca com sensores para criar uma interface 3D, ele foi um fiasco.

Este problema causou um custo de aproximadamente US$ 200 milhões para a Amazon, que fez a marca repensar algumas de suas empreitadas. Este peso financeiro e de reputação vem fazendo o Vesta ser desenvolvido com mais calma. O medo da recepção das pessoas ao ter um robô de uma loja em casa é outro ponto importante.

O Vesta está dentro do laboratório já faz quatro anos, com seu desenvolvimento crescendo nos últimos três quando o próprio CEO da Amazon, Jeff Bezos, demonstrou interesse pessoal no produto. O visual do robô deve ter o tamanho de dois gatos, algo próximo de dois Echo Show 8 alinhados e juntos, com diversas câmeras e sensores, tela, microfone e rodinhas.

Existe a possibilidade do Vesta carregar portas e áreas para expansão, mais ou menos como faz o robô Spot da Boston Dynamics, que pode receber periféricos para aumentar as capacidades do quadrúpede.

Com informações: Business Insider.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando