Início » Celular » Carrefour apresenta primeiras lojas sem atendentes em São Paulo

Carrefour apresenta primeiras lojas sem atendentes em São Paulo

Nas lojas do Carrefour o cliente entra, é identificado com código QR, escaneia cada produto e faz o pagamento pelo celular

André FogaçaPor

O Carrefour anunciou nesta sexta-feira (26) a inauguração de suas duas primeiras lojas sem atendimento pessoal no Brasil. Com inspiração no modelo de negócios da Amazon Go, os estabelecimentos ficam dentro de condomínios, sendo um em São Bernardo do Campo e outro na cidade de São Paulo, no bairro do Brooklin.

Loja do Carrefour Express sem atendentes (Imagem: divulgação/Carrefour)

Loja do Carrefour Express sem atendentes (Imagem: divulgação/Carrefour)

Ambas as lojas da rede são identificadas como Carrefour Express, divisão da marca para mercados pequenos e que se assemelham ao que seria uma loja de conveniência. Segundo a empresa, o cliente chega até o local e utiliza o aplicativo Meu Carrefour para entrar no endereço com ajuda de um código QR na tela do celular, lido por um totem na porta ou em uma catraca.

Cada produto escolhido nas prateleiras e geladeiras do local precisa ter o código de barras escaneado antes de ir para uma sacola ou cesto. Um carrinho de compras virtual é criado e ele vai sendo abastecido com outros produtos. Quando o cliente acabar suas compras, o pagamento pode ser feito a partir de qualquer local da loja, pelo próprio aplicativo no smartphone.

Depois deste passo, a pessoa precisa mostrar o código QR novamente no totem de entrada para ter a saída liberada. O Carrefour afirma que conta com atendentes em uma conta do WhatsApp para tirar dúvidas dos clientes, aumentando ainda mais o distanciamento social que é oferecido por este tipo de loja.

A mecânica de escanear cada produto e realizar o pagamento pelo aplicativo não é novidade para o Carrefour. Desde meados de 2018 a rede francesa de mercados tem lojas próprias, também identificadas como Carrefour Express e que permitem que o cliente faça suas compras de forma semelhante. Atualmente são 40 endereços compatíveis com o Scan & Go, como chama a empresa.

O que difere as duas novas lojas para as dezenas de locais já existentes é a presença de um caixa tradicional na frente do endereço. Neles, clientes que compraram pagando pelo aplicativo precisam fazer uma rápida conferência com um funcionário que libera a saída, geralmente em uma fila especial e que não passa pelo atendimento tradicional.

Loja do Carrefour Express sem atendentes (Imagem: divulgação/Carrefour)

Loja do Carrefour Express sem atendentes (Imagem: divulgação/Carrefour)

Experiência do Carrefour é próxima ao da Amazon Go

O Carrefour se inspirou na rede Amazon Go, de pequenos mercados da própria gigante do varejo online. Neste exemplo as lojas estão estabelecidas em dezenas de endereços dos Estados Unidos e ficam tanto em áreas fechadas, como em pontos com acesso direto para a rua.

A entrada de uma loja Amazon Go (Foto: André Fogaça/Tecnoblog)

A entrada de uma loja Amazon Go (Foto: André Fogaça/Tecnoblog)

Nelas o usuário precisa ter o aplicativo da loja, entrar com a conta da Amazon e depois escanear um código na catraca. Enquanto no Carrefour Express o cliente precisa ler o código de barra de cada produto escolhido, na Amazon Go o próprio local utiliza uma quantidade enorme de sensores espalhados pelo teto e gôndolas, para saber quem pegou cada item – menos as sacolas de papel, que precisam ser adicionadas manualmente.

Os produtos são adicionados automaticamente no carrinho virtual, que pode ser esvaziado ao devolver um item. Outra diferença está na saída da loja, que é feita automaticamente na Amazon Go, sem a necessidade de escanear o código mais uma vez. A loja sabe que você saiu e o pagamento é feito automaticamente por cartão de crédito.

Em uma experiência que tive no Amazon Go enquanto estava viajando de férias, notei que os funcionários realmente não estavam presentes para nada além do controle de estoque das prateleiras. No lado de fora outros funcionários prestavam assistência para clientes com alguma dúvida com o aplicativo ou a conta da Amazon.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando