Início » Computador » Placas Radeon RX 7000 devem triplicar desempenho com arquitetura RDNA 3

Placas Radeon RX 7000 devem triplicar desempenho com arquitetura RDNA 3

Rumores apontam que placas AMD RDNA 3 terão tecnologia de 5 nanômetros e triplo de desempenho em relação a GPUs RDNA 2

Emerson Alecrim Por

Toda nova geração de placas de vídeo promete mais desempenho em relação à anterior. Os próximos modelos Radeon RX, da AMD, devem levar essa “regra” bastante a sério: rumores apontam que a futura arquitetura gráfica da companhia, a RDNA 3, será até três vezes mais rápida que a atual.

Radeon RX 6000 (imagem: AMD)

Série Radeon RX 6000 (imagem: AMD)

Um dos fatores que deve contribuir para isso é o processo de fabricação das GPUs baseadas em RDNA 3. Fala-se que elas terão tecnologia de 5 nanômetros (contra o atual processo de 7 nanômetros). Além de melhorar a eficiência energética, a mudança permitirá ao chip concentrar muito mais componentes.

Esse avanço fica perceptível quando comparamos uma geração com a outra. A GPU Navi 21 (RDNA 2), por exemplo, que é a base de placas como Radeon RX 6800 XT e RX 6900 XT, conta com até 80 Compute Units e 5.120 Stream processors. Já o futuro modelo Navi 31 (RDNA 3) deve dobrar esses números por incluir duas matrizes de 80 Compute Units em um único bloco.

Esse detalhe reforça a teoria de que a próxima geração de GPUs da AMD será baseada em uma abordagem Multi-Chip Module (MCM), isto é, contará com mais de uma matriz no mesmo encapsulamento.

Isso fará placas de vídeo baseadas na Navi 31 terem pelo menos 2,5 vezes mais desempenho que os modelos com Navi 21, com essa medida podendo chegar a três.

Pelo menos é que revela uma conversa no Twitter entre Paul Eccleston, do canal RedGamingTech, e KittyYYuko, um conhecido “leaker” do segmento de chips.

Eccleston também comentou que as GPUs Navi 31 deverão ter desempenho próximo ao das GPUs Ampere, da Nvidia, na execução de ray tracing. Por outro lado, a próxima geração deverá lidar com tarefas de aprendizagem de máquina por meio de operações de baixa precisão na própria GPU em vez de contar com hardware dedicado a isso, a exemplo dos núcleos Tensor, da Nvidia.

Se os rumores estiverem certos, as GPUs Navi 31 serão acompanhadas dos chips Navi 32 e Navi 33. Aparentemente, todos contarão com processo de 5 nanômetros da TSMC e estarão presentes na série Radeon RX 7000.

Mas é necessário paciência. As GPUs RDNA 3 só chegarão ao mercado no fim de 2022 ou no começo de 2023.

Com informações: Wccftech.

Tecnocast 187 – A crise global de chips

O aumento no consumo de eletrônicos durante a pandemia está provocando uma escassez na oferta de semicondutores. As fabricantes não estavam preparadas para atender a essa demanda e esse descompasso deve afetar o preço dos produtos nos próximos meses.

Esse é o tema do Tenocast 187. Dê play e confira!

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando