Início » Celular » Google quer tornar aparelhos de GPS inúteis também no Brasil

Google quer tornar aparelhos de GPS inúteis também no Brasil

Avatar Por
9 anos atrás

O Google lançou hoje no Brasil duas características que já estavam disponíveis há algum tempo nos EUA e outros países: a navegação por GPS pelo Google Maps e a busca por voz. A primeira delas quando foi anunciada nos EUA no ano passado causou uma queda considerável no preço das ações da Garmin e TomTom, duas grandes fabricantes de aparelhos GPS. Com o lançamento acontecendo por aqui, a tendência é que isso se repita.

A decisão de trazer a busca por voz para plataformas móveis no país se deu em parte por causa do grande uso dessa função nos lugares em que ela já está disponível. Em um certo ponto depois do lançamento dessa característica em celulares nos EUA, por exemplo, a busca por voz foi responsável por mais de 25% das pesquisas. O Brasil foi o primeiro país da America latina a ter a busca por voz ativada. Ela já está habilitada em dispositivos iOS através de um update para o Google Mobile App e nos Androids a partir da versão 2.1 através de um download no Android Market. Basta instalar o aplicativo de pesquisa por voz.

Já a navegação por GPS no Google Maps está disponível apenas Android, mas os aparelhos a partir da versão 1.6 em diante podem acessá-lo. O aplicativo traça uma rota entre o ponto de partida e destino inseridos e então passa a guiar o usuário, esteja ele de carro ou a pé, por comandos de voz. Se ele preferir, pode também se guiar apenas por direções textuais, imagens de satélite e até pelo Street View. Não há previsão para quando essa característica será integrada nas demais versões do Google Maps para iOS, Symbian ou Blackberry.

No lançamento das funções hoje na sede do Google Brasil em São Paulo, um dos executivos responsáveis pela plataforma Android divulgou algumas informações sobre como as duas funções funcionam. No caso da pesquisa por voz, o Google gravou 100 mil 'tokens', que são exemplos de falas de dezenas de brasileiros, para treinar seu software de reconhecimento de voz para o português. Sobre a navegação por GPS, o executivo comentou que ela é extremamente leve para a rede de dados celular: para traçar uma rota de 20 km, são gastos apenas 200 KB.

Mais sobre: , ,