Início » Jogos » Artista que desenha guias de jogos da Nintendo cancela projeto no Kickstarter

Artista que desenha guias de jogos da Nintendo cancela projeto no Kickstarter

Mesmo com artes autorais de Philip Summers, os Detonados Desenhados à Mão foram cancelados pelo próprio criador

Murilo Tunholi Por

Criador do projeto “Detonados Desenhados à Mão”, o artista Philip Summers estava produzindo guias com mapas e segredos para os primeiros títulos das séries Metroid, Legend of Zelda, Ninja Gaiden e Contra, com belas ilustrações desenhadas à mão. Contudo, a pedido de uma empresa não identificada, o desenhista cancelou a campanha no Kickstarter, que já havia arrecadado US$ 300 mil (cerca de R$ 1,5 milhão). Summers afirmou não ter recebido ordens judiciais, mas disse ter “problemas jurídicos”.

Metroid teria um Detonado Desenhado à Mão, criado por Philip Summers (Imagem: Divulgação/Philip Summers)

Desde 2018, Summers trabalhava em guias ilustrados — não oficiais — para as quatro franquias, chamados de “Detonados Desenhados à Mão”. A ideia do artista era fazer com que os jogadores voltassem ao passado, recriando a sensação de folear detonados para passar de fase e encontrar segredos. Esses livros eram ainda mais especiais, pois contavam com as belíssimas ilustrações desenhadas à mão por Summers.

Os guias ilustrados logo fizeram sucesso no Kickstarter, chamando a atenção não só dos jogadores interessados em comprar os livros, como também de uma empresa cujo nome não foi revelado — considerando os jogos, poderia ser a Nintendo, Koei Tecmo ou Konami —, que não ficou feliz ao ver uma pessoa lucrando com suas propriedades intelectuais. No último sábado (4), Summers anunciou o fim do projeto com a seguinte fala:

“Esta noite eu cancelei o Kickstarter dos Detonados Desenhados à Mão. Sim, pelo exato motivo que vocês estão pensando. Eu esperava poder lidar com qualquer problema jurídico, mas infelizmente não fui capaz de fazer isso. O projeto acabou para sempre? Não sei ainda. Vou descobrir nos próximos dias”.

Philip Summers, criador dos Detonados Desenhados à Mão.
Arte do detonado de Metroid, desenhada por Philip Summers (Imagem: Divulgação/Philip Summers)

Summer disse não ter sido processado

Por mais que tenha citado “problemas jurídicos” no anúncio do cancelamento, Summers explicou no Twitter que não foi processado. O artista não quis entrar em detalhes sobre o motivo que o fez fechar a campanha. De acordo com Summers, ele ainda vai conversar com a empresa envolvida no caso.

“Eu cancelei a campanha. Eu nunca mencionei qual empresa [pediu o cancelamento]. Esse projeto não recebeu uma ordem judicial. Haverá uma conversa entre as partes. A parte envolvida tem sido educada e eu espero que algo possa ser feito. Eles têm todo o direito de agir como estão”, tweetou Summers.

Criador dos detonados sabia dos riscos do projeto

Mesmo desapontado, Summers sabia dos riscos ao comercializar os guias. Além das dificuldades de produzir os detonados em massa e enviar para todo o mundo, existia a chance de alguma empresa implicar com a venda dos livros. Após cancelar o projeto, o artista aproveitou o anúncio para agradecer aos apoiadores.

“O que eu sei é que este último mês foi incrível. Todos vocês se uniram de maneiras que eu não pensei que fossem possíveis. Foi uma viagem incrível e não importa o que aconteça, sempre serei grato por isso. Sempre soube que fazer isso era arriscado, mas observei como outros livros semelhantes lidaram com esse tipo de problema e tentei o meu melhor para aprender com eles”.

Philip Summers, criador dos Detonados Desenhados à Mão.
O projeto dos Detonados Desenhados à Mão incluiria edições de Metroid, Legend of Zelda e Contra com Ninja Gaiden (Imagem: Divulgação/Philip Summers)

Vale destacar que os detonados tinham apenas ilustrações autorais de Summers. Os três guias seriam lançados em fevereiro de 2022 e estavam sendo vendidos por US$ 25 (R$ 130) cada um. Nos próximos dias, os usuários que colaboraram com o projeto não terão a quantia cobrada. As ilustrações e a descrição completa ainda estão disponíveis na página do Detonados Desenhados à Mão no Kickstarter.

Essa não é a primeira vez que projetos interessantes criados por fãs são desativados por empresas. Inclusive, processos contra artistas e modders até já viraram piada entre a comunidade gamer. É uma pena saber que os detonados com as artes de Summers não vão chegar às prateleiras dos jogadores.

Com informações: Kotaku.

Atualização em 6 de setembro, às 15h35: texto atualizado com o tweet de Philip Summers, no qual explicou não ter recebido uma ordem judicial e que havia cancelado o projeto por conta própria.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
17 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Arthur Dubeux (@deebvx)

É O QUE? Olha, na boa, desculpe Tecnoblog e pessoas de coração fraco, podem me censurar à vontade mas eu preciso dizer: Vai tomar no cú, Nintendo. Com acento e tudo.

Alisson Santos (@alisson)

Empresa arrogante, imagina se tivesse o poder que tinha entre o fim da década de 1980 e começo da década de 1990.

Arthur Dubeux (@deebvx)

Sim, é como quando você fala “EU QUERO MEU ADÊVOGADO” rsrs

Edcarlos Santana (@Edcarlos_Santana)

Realmente eu to muito por fora do mercado gamer atual. No momento sou um feliz proprietario de um Xbox Series e acho tanto a biblioteca da MS quanto da Sony ótimas. Fico com uma ligeira impressão é questão de a Nintendo ficar mais pra escanteio sempre como console secundário.

Daniel R. Pinheiro (@DiFF7Skyns)

Olha, o que eu tenho pra dizer é o seguinte: é chato ver alguém lucrando em cima de sua propriedade intelectual, mas convenhamos… A Nintendo é gigantesca. Uma coisa dessas, na proporção em que está, nem traria prejuízos à mesma, fora que ela sairia é ganhado, por divulgar imagens de sua propriedade.

Agora, se o negócio se transformasse em grandes proporções, aí são outros 500. Mas do jeito que está, paciência neh, Nintendo?

Igor (@igor_meloil)

Faz sentido pra mim kkkkkk

Aquele lance do youtube foi mesmo, não tem defesa pra isso.

Brasileiro vive de mercado cinza, fica meio difícil vc ser “carinhoso” com quem não te dá lucro diretamente. Fora q toda vez q sai um jogo uma galera muda a região da conta pra comprar em outro país, como vc vai contar as vendas de jogos BR desse jeito?

Mas eu tbm não vi ngm criando detonado de Minecraft via kickstarter. Claro q não foi algo grave como hackear e ou distribuir cópia pirata do jogo, mas se vc está fazendo um material (detonado, camiseta, bonequinho) que TALVEZ a empresa venha a lançar vc está correndo um risco. É bem diferente de vc criar vídeos no YT q tem apenas caráter de entretenimento.

Acho q é mais aquela coisa de “mandar uma mensagem” do q com o lucro propriamente dito.

Mickey Sigrist (@Mickey)

A Nintendo poderia ter divulgado o trabalho do cara e ter feito uma parceria pra reforçar o marketing dos games, aumentando o engajamento dos fãs atuais e talvez até ajudando a introduzir as franquias pra jogadores mais jovens. Ao invés disso ela vai lá e acaba com tudo.

Edit: sensacionais as ilustrações do rapaz, que trabalho bacana.

@ksio89

A Nintendo tem todo o direito de defender sua IP, mas bicho, que empresa escrota. Ela se esforça para pisar de todas as maneiras possíveis na cabeça dos fãs e consumidores.

Luis Carllos (@XxxStrangeManxxX)

É capaz da Nintendo processar a galera que tem tatuagens com seus personagens.

Ta ai uma empresa que eu quero distância.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

A diretoria da Nintendo deve ser um sarcófago repleto de múmias. Fora o fato de que são asiáticos, então por natureza cultural são extremamente apegados a tradições, então qualquer coisa que mude o posicionamento da marca não deve se quer passar pela cabeça deles.

Islan Oliveira (@Islan_Oliveira)

Naquela matéria sobre um “Google Maps” inspirado em Super Mario World eu falei que a Nintendo ia mandar um processinho e me responderam que não fariam isso, que não tinha justificativa, etc. A Nintendo fez e faz coisa muito pior, aqui tá só mais uma prova. Eles tem jogos maravilhosos, mas como empresa, são um câncer.

Eu (@Keaton)

Pera… Maluco levanta 300k USD com IPs alheias sem permissão prévia e a dona dos direitos dessas IPs não pode reclamar? Você pode ou não concordar com as atitudes da Nintendo, porém por mais triste e cruel que seja, a Nintendo está no direito dela. Certamente a Nintendo não vai perder tempo processando maluco que faz 20 reais fazendo fan art, mas 1.5m (300k USD)? Acho dificil deixarem passar batido. (Reza a lenda que a Nintendo mandou uns C&D nuns patreon que faziam hq/arte adulta de IPs dela)

Igor (@igor_meloil)

Exatamente o meu raciocínio.

Mais que certa. Eu tbm não iria querer ver minhas IPs (majoritariamente infantis) sendo usadas em pornografia

Murilo Tunholi (@muritunholi)

Acabei de atualizar o título pra refletir direitinho a história. Qualquer coisa, só me dar um toque.

Exibir mais comentários