Início » Aplicativos e Software » Apple Fitness+ desembarca no Brasil em novembro com treinos e meditação

Apple Fitness+ desembarca no Brasil em novembro com treinos e meditação

Com 11 tipos de exercícios físicos em diferentes graus de dificuldade, Apple Fitness+ será lançado no Brasil com 3 meses grátis para quem comprar Apple Watch

Por

O Apple Fitness+ será lançado no Brasil em 3 de novembro para usuários do Apple Watch e do iPhone: ele conta com treinos guiados para 11 atividades diferentes – incluindo caminhada, corrida, yoga e meditação – e com graus de dificuldade variados. Este serviço de exercícios físicos é pago, mas a Apple está dando 3 meses de graça na compra de um relógio da marca.

Apple Fitness+ no iPhone e Apple Watch (imagem: divulgação/Apple)
Apple Fitness+ no iPhone e Apple Watch (imagem: divulgação/Apple)

A partir de 3 de novembro de 2021, o Fitness+ estará disponível em 15 novos países, incluindo Alemanha, Espanha, França, Itália, México, Portugal, Rússia e o Brasil. O serviço terá áudio em inglês e legendas em português brasileiro, inglês, francês, alemão, italiano, russo e espanhol.

O preço do Apple Fitness+ em seu lançamento no Brasil ainda não foi revelado, mas a assinatura poderá ser compartilhada com até cinco membros da família. Além disso, quem comprou um Watch Series 3 ou posterior desde 14 de setembro poderá treinar de graça por três meses; a oferta é resgatada através do app Fitness para iPhone.

O plano já está disponível desde 2020 em países como EUA, Austrália, Canadá, Irlanda, Nova Zelândia e Reino Unido.

O que é Apple Fitness?

Junto ao lançamento do iPhone 13, iPad Mini e novo iPad, e Apple Watch Series 7, a Apple anunciou no seu evento em setembro que o Brasil faria parte do Fitness+. O serviço permite que o usuário tenha acesso a diversos treinos e atividades na palma da mão ou no pulso.

Estão presentes no Apple Fitness+ atividades como yoga, meditação guiada, dança, bicicleta, remada, corrida e caminhada. O usuário também pode usar o iPad ou até a Apple TV para acompanhar sua atividade física e monitorá-la com mais detalhes — como ritmo cardíaco, por exemplo. Vale notar que o Apple Watch é obrigatório para utilizar o serviço.

O smartwatch da Apple conversa com outros dispositivos para acompanhar atividades do Apple Fitness+. Por exemplo, se o usuário dá início a um exercício pelo iPhone, iPad ou Apple TV, o Apple Watch começa a reproduzir a mesma rotina. Além da frequência do coração, o relógio monitora a queima de calorias e a duração da atividade.

Todas as rotinas a serem seguidas pelos assinantes do Apple Fitness+ foram criadas por profissionais. Quem guia o usuário pelo exercício é um especialista naquela modalidade, o que permite treinos tanto para iniciantes na atividade física, como para quem busca desafios, com opções de treinos mais difíceis.