Início » Gadgets » Arc Touch, o mouse chique da Microsoft

Arc Touch, o mouse chique da Microsoft

Aparelho com tecnologia wireless tem preço sugerido de R$ 229.

Por

Quando o assunto é software, não existem mais dúvidas de que a Microsoft é maioral. Mas quando estamos falando de hardware, a impressão que tenho é de que a empresa de Steve Ballmer insiste em produzir equipamentos que atendem apenas no quesito visual. O Arc Touch, que eu usei por uma semana, é mais um gadget que promete pouco e entrega justamente esse pouco.

Microsoft Arc Touch: mouse conta com tecnologia BlueTrack (foto: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Nem por isso podemos desmerecer o visual do bicho. Depois de realizar um unboxingveja as fotos na galeria publicada exclusivamente no Facebook —, dei de cara com um aparelho bem estranho. O Microsoft Arc Touch é assim mesmo: completamente reto, sem qualquer posição para ser manuseado, enquanto desligado. Mas você pode reparar que seu corpo é feito de uma borracha macia, que é facilmente contorcida para revelar (aí sim!) um mouse de muito bom gosto.

Num primeiro momento, a falta de um produto mais encorpado causa estranhamento. Eu, que normalmente uso um mouse Logitech até bastante pesado, vi-me com dificuldades ao segurar o Arc Touch. Falta de hábito que passa depois de uns bons 15 minutos brincando com mouse sem fio.

Os predicados do Arc Touch, além do design diferenciado, são a tecnologia BlueTrack, que permite utilizar o equipamento em qualquer superfície (é verdade), e a transmissão por meio de 2,4 GHz, o que a Microsoft chama de “sem fio de alta confiabilidade”. Também é verdade.

No meu teste (sem qualquer caráter excessivamente científico), o Arc Touch comportou-se muito bem estando a até 3 metros de distância do seu receptor. Por sinal, o dongle USB é bastante diminuto, menor que um pendrive, seguindo uma política antiga da Microsoft. Reparei que, em dados momentos, a movimentação do cursor do mouse foi vagarosa, mesmo com o aparelho utilizando pilhas novas. É algo que me preocupa ao considerar o preço sugerido do Arc Touch: R$ 229 no mercado brasileiro.

Embora não seja um gamer assíduo, dediquei pouco do meu tempo com o Arc Touch brincando com Call of Duty: Black Ops. O resultado não foi exatamente dos melhores: o mouse mostrou-se lento para movimentar o meu personagem, mesmo depois de ajustar essa velocidade no Painel de Controle do Windows 7 e nas configurações do próprio jogo. Algo me diz que o Arc Touch não foi feito para jogos, até mesmo porque não tem variados botões nem nada do tipo.

O scroll dele é bastante curioso. Não existe roda alguma, mas ao movimentar o indicador rapidamente para cima ou para baixo, é perceptível que algum componente físico (acionado eletronicamente) se movimenta. Eu senti falta de um controle maior sobre o scroll.

Nada de baterias exclusivas. A alimentação do Microsoft Arc Touch é feita por meio de pilhas alcalinas do tipo AAA. A Microsoft promete autonomia de seis meses de uso, de acordo com o ZTOP, mas eu fiquei com sérias dúvidas se é realmente desse jeito que o mouse se comporta.

Pontos positivos

  • 3 anos de garantia oferecidos pela Microsoft Brasil.
  • BlueTrack, que permite usar o mouse em qualquer superfície.

Pontos negativos

  • Preço exagerado.
  • Nenhum botão de função especial (como multimídia ou games).

Aparelho tem preço sugerido de R$ 229 (foto: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Concluindo, não é o tipo de aparelho que me apetece. O Arc Touch deve ter seu público cativo entre os entusiastas da beleza em detrimento da funcionalidade, que estão dispostos a pagar um pouco mais por um produto de grife. Mesmo caso do teclado sem fio Arc, que eu testei no ano passado.