Está no ar o Office 365, próximo concorrente direto do Google Apps que a Microsoft lançou oficialmente nessa terça-feira. A partir de agora, as respectivas empresas de Steve Ballmer e Larry Page vão brigar também no segmento de produtividade na web, onde o Google vinha ganhando faz tempo. A Microsoft, que não é boba nem nada, quer uma fatia desse bolo.

Para entender o que é o Office 365, primeiro precisamos nos lembrar do Office Web Apps. Apresentado no ano passado, diz respeito à versão fundamentada na web dos aplicativos do Office tradicional, que depende de instalação no PC. Tem Word, Excel, PowerPoint e OneNote. Tudo de graça, com todos os recursos básicos desses aplicativos na versão instalável.

Só nisso a Microsoft já ensaiava um confronto com o Google Apps. O Office 365 chega como um sucessor do BPOS, uma espécie de integração entre todos os serviços baseados na web da companhia. É por meio dele que as empresas terão acesso ao SharePoint Online, para citar apenas um exemplo.

Office 365: edição de planilha com Excel online (imagem: divulgação)

“O Office 365 está disponível em uma ampla faixa de planos criados para irem ao encontro das necessidades de negócios de todos os tamanhos, desde os maiores até os menores”. Isso é o que a Microsoft diz ao explicar que o 365 servirá para diversos tamanhos de empresas.

Um dia antes do lançamento, o Google já havia virado sua artilharia para o Office 365. Em um post, a empresa disse que o Google Apps é “simples e financeiramente acessível”. Diz o Google que o Apps custa apenas US$ 5 mensais por usuário. Enquanto isso, o concorrente da Microsoft seria caro e complicado, visto que seu plano mais simples custa US$ 6 mensais por usuário, além de serem 11 planos disponíveis no total.

Não tenho dúvidas de que a MS vai responder essa acusação com: oferecemos diversos planos para que os clientes escolham aquele com os melhores recursos pelo menor preço. É bem verdade, mas precisava fazer 11 (onze!) planos distintos?

Assim como o Google Apps para negócios, o Office 365 tem foco no mercado corporativo. Para nós, pobres mortais, o Office Web continuará gratuito, acessível pelo Hotmail.

Calendário compartilhado do Office 365 (imagem: divulgação)

E quanto ao Office 365, chega no Brasil, embora não haja uma data exata para isso. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Microsoft Brasil informa que o Office 365 chegará por aqui somente na segunda leva (ou “onda”) de disponibilidade do produto. Enquanto isso, a empresa continua recomendando o BPOS.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fer
"Assim como o Google Apps para negócios, o Office 365 tem foco no mercado corporativo. Para nós, pobres mortais, o Office Web continuará gratuito, acessível pelo Hotmail." Hotmail? HELLOOOOO... Não tem Word no meio da inbox, tem no Windows Live!
@brunogdb
Como comentei acima, eu mando tabelas no Google Docs. Só não faço nada gigante.
@brunogdb
Sim, eu consigo. Faço tudo, aliás, planilha, do que eu uso, é só para arrumar meu boletim da escola e olhe lá. Uso mais o GDocs para montar texto, assim como uso o iWork do iPhone e depois mando pro iWork.com. É muito melhor, e além disso tudo, só uso minhas mídias portáteis para guardar arquivos mesmo. Nada mais de USB, tudo na web mesmo, mais prático. As planilhas do GDocs não é ruim, ao contrário, é excelente. Veja por si mesmo, vai amar. Só vai estranhar a interface no início e tal, mas sem medo algum. Pior de tudo é keynote via iPhone, mas é algo também prático.
@brunogdb
Consigo. Sou estudante e blogueiro. Planilha é o que menos uso. Keynote eu faço no iPhone. Eu que não instalo Office no meu Windows mais. 2010 foi o último que eu comprei.
Guilherme Peppi
O Office Web Apps do Office 365 não é via Hotmail (até porque não é via Hotmail a versão gratuita, e sim SkyDrive).
@marcosoliveira
Tudo mesmo? Consegue criar tabelas (de verdade, com tamanho bem definido, cores no cabeçalho, etc), cabeçalhos e rodapés de página, parágrafos, espaçamento de linhas...? Isso é O BÁSICO que eu preciso pra mandar cartinhas e ofícios (nada do outro mundo!) no meu trampo... Vc consegue MESMO fazer tudo isso no GDocs??? Por enquanto prefiro o LibreOffice junto com algum serviço de drive virtual.
@marcosoliveira
Isso eu duvido! Falei isso pro Thássius no twitter outro dia. É um carnaval em cima do Google Docs, dizendo que ele é a melhor ferramenta online pra edição e compartilhamento de documentos e um monte de blablablá... Eu sou um GoogleFan assumido e não concordo! Por enquanto os recursos de edição pra documentos são pífios, pra planilhas pior ainda! A única utilidade real é a edição compartilhada! Mas todo mundo que cria alguma coisa no GDocs depois baixa e edita no M$ ou no Libre! É fato! O GDocs infelizmente ainda é coisa de geeks e googlefans. Pra ele se popularizar, vai ter que incorporar uma porrada de recursos do Office ainda! Ex: já tentaram criar uma tabela no GoogleDocs???
Leo Balter
Breno, o Google Apps gratuito é limitado a 50 usuários, ao menos que mudaram algo há pouco tempo, mas uso mais de uma conta do Google Apps, não pago nenhuma. Em relação ao Office 365 ser via hotmail achei caídão nesse aspecto, não precisavam empurrar ainda esse email ruim deles.
@brunogdb
Eeeeeh, no
@brunogdb
Microsoft, com versões Home, Business e Ultimate :P.
@brunogdb
Eu faço tudo no Google Docs. Pior é fazer keynote (como eu fiz) pelo iPhone.
Caio Furtado
Eu fiz a apresentação do meu TCC no GoogleDocs. E ficou muito boa e bem elaborada.
Ramon Melo
O Google Apps não é pago, tenho conta nele e não desembolso um centavo...
Thássius Veloso
Como foi sua experiência de usar o Docs para isso? Conte aí, rapaz.
Thiago Sabaia
Nem uso esses sites mesmo...
Exibir mais comentários