Início » Celular » Nokia coloca esperança na família de aparelhos Asha

Nokia coloca esperança na família de aparelhos Asha

Avatar Por

Mais de 3 mil participantes vindos de 70 países para Londres, a capital do mundo. Começa hoje o Nokia World, maior evento da fabricante finlandesa destinado a parceiros e à imprensa para apresentar novos produtos. Logo de início, Stephen Elop, o CEO da companhia, afirmou que decisões difíceis foram tomadas. E a apresentação de hoje mostra os resultados dessas decisões.

A Nokia anunciou nada menos que quatro celulares da nova família Asha. O termo significa “esperança” em hindi, língua falada na Índia. E é também com esperança que a companhia planeja vender os novos aparelhos para o público mais jovem que está sedento por comunicação diretamente na palma das mãos.

Nokia Asha 303

Os aparelhos estão numa classe intermediária de produtos que não são somente celulares, mas também não são exatamente um smartphone. Rodam Series 40 (S40) com a nova interface visual que a Nokia apresentou faz alguns meses.

Veja abaixo o resumo do que esperar dos celulares.

  • Nokia Asha 200: Dual SIM com o recurso Easy Swap, no qual o usuário não precisa reiniciar o aparelho para trocar de uma operadora por outra. A memória interna de fábrica fica na casa dos 32 GB, ideal para o público que gosta de ouvir música no celular. O teclado segue o padrão QWERTY. Entre as redes sociais presentes de forma nativa merecem destaque o Flickr e o Orkut. Preço sugerido na casa dos 60 euros.
  • Nokia Asha 201: similar ao Asha 200. A diferença está na ausência de Dual SIM – o celular utiliza apenas um chip. Especialmente para os amantes da música em transporte público: o aparelho oferece os alto-falantes mais poderosos que a Nokia já produziu (com direito a uma executiva da companhia dançando desengonçadamente no palco do Nokia World). Deve custar 60 euros, assim como o Asha 200, a partir do primeiro semestre de 2012.
  • Nokia Asha 303: o processador de 1 GHz (fabricante não divulgado até agora) desse celular chama a atenção. Entre os recursos que a Nokia destaca para o Asha 303 está o Nokia Browser, navegador desenvolvido pela empresa que segue o jeitinho Opera de processar as páginas a partir de servidores próprios e da nuvem. A promessa é de que as páginas fiquem 90% mais leves, agilizando o tempo de carregamento e reduzindo custos com dados. Utiliza teclado QWERTY. Tem Angry Birds e Facebook nativos. O preço divulgado está na casa dos 115 euros, desconsiderando impostos e subsídios.
  • Nokia 300: similar ao Nokia 303, porém com interface touchscreen além do teclado numérico convencional. Preço: 85 euros.

O presidente da Nokia Brasil, Almir Luiz Narcizo, conversou com a mídia nacional depois da abertura do evento. A promessa é de que os aparelhos Asha chegam ao país ao longo do ano que vem, confirmados para o primeiro trimestre. Todos os aparelhos serão fabricados na fábrica da empresa em Manaus.

A família Asha foi apenas um dos lançamentos da Nokia na abertura do Nokia World. Em breve eu  publico informações sobre os smartphones (aí sim!) anunciados pela companhia.

Tecnoblog viajou a convite da Nokia.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael
Chamar um celular que precisa fechar um app pra abrir outro de smartphone é um pouco demais né?
rafael
tomara que a nokia volte ser como antes
@psazon
É isso? cadê a linha com Windows Phone?
Marcelo
demoro, nunca vãi chegar aqui rsrs
Alessandro
É engraçado como os que se consideram "cool" gostam de pautar as opiniões em cima de preconceito. Cara, se você tem um iPhone 4S, um Galaxy II você é um privilegiado num mundo que precisa de celulares um pouco mais "smart". Felizmente há bom senso em alguns ainda. E antes que venham dizer que sou defensor da Nokia, estou digitando essa mensagem num teclado que não é ABNT de um fabricante com logo de fruta na tampa. É uma grande decisão da Nokia, pauta dois mercados distintos, um de alto poder aquisitivo com o Lumia. Outro que começa a se inserir num mundo conectado e um celular melhor é a porta de entrada para isso. Para a Nokia o mundo em desenvolvimento é prioridade. Uma Índia é uma Europa em potencial de venda. Democrático né? Não, não é este o foco de uma empresa privada precisando gerar lucro para o acionista como a Nokia. É decisão mercadológica mesmo, e bem esperta. Quando uma Apple faria isso? Nunca. Para o Jobs um indiano pobre com um produto dele nas mãos seria ofensivo. Um sistema leve como o S40 motorizado por um processador de 1 GHz permite que o usuário tenha uma experiência interessante de funcionalidades como email, navegação WEB, redes sociais, navegação por mapas e aplicativos/jogos sem todo o visual de um sistema mais sofisticado, porém a utilidade é a mesma.
Ramon Melo
Por que que todos os celulares da Nokia têm o "alto-falante mais potente já produzido pela companhia"? Esse já deve ser o quarto ou quinto aparelho com essa função! hahahahahaha
@EmanuelSchott
Só não entendo porque usar um baita processador desses em um sistema muito leve e que consegue rodar em praticamente qualquer celular que se preze.
@EmanuelSchott
O N8 com seus 600 e poucos Mhz's roda tudo isso ai e mais um pouco em cima do Symbian Belle (sistema muito melhor e mais pesado que o s40)..
Turdin
"Especialmente para os amantes da música em transporte público" #fuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuunk =/
Phantom
Também pensei exatamente a mesma coisa, porém não entendo até agora por que a Nokia (e outras empresas conhecidas também, exceto a Apple) demorou tanto para agir - dá-se até a impressão de que estavam ignorando esse nicho do mercado daqui e só foram acordar para a questão quando os produtos destinados a essa generosa fatia de consumidores encalharam nas lojas... para muita gente, um simples aparelho celular (nem precisa ser proprimente smartphone) ainda é considerado um item de luxo e de ostentação pessoal e por isso são vistos como produtos com preços considerados longe de serem baratos - resta saber se a Nokia dará esse passo (a ZTE entrou no mercado brasileiro meio que de forma silenciosa com seus aparelhos de baixo custo, e a Samsung abaixou o preço de muitos dos seus produtos ainda que num patamar não muito satisfatório).
scheldon
amigo pode parecer idiota (e é) maqs isso é pedido dos consumidores, o mercado pede por isso e as empresas tem que atender.
scheldon
musica da praça é nossa por favor.
Guilherme Vital
Os mais interessantes são os Lumia 710 e 800, já que ambos possuem Windows Phone Mango e especificações técnicas bem agradáveis.
@TatoGomes
Pra muita gente, só de ter browser e Angry Birds já um smartphone. Sério. =D
Vinicius Kinas
Caramba, essa linha de celulares vai derrubar os xing-lings se vier pra cá com um preço semelhante ao sugerido lá. Como já falaram nos comentários, nem todos querem/precisam de um smartphone.
Exibir mais comentários