Início » Mobile » Google quer acabar de vez com o botão de opções no Android

Google quer acabar de vez com o botão de opções no Android

Por
6 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Galaxy Nexus desenvolvido pelo Google em parceria com a Samsung e manufaturado pela gigante coreana foi anunciado em outubro com direito a uma novidade interessante: botões virtuais em vez dos físicos para alguns ações padrões do Android. A ideia do Google é que, num futuro próximo, todas as ações possíveis sejam dispostas pelas telas do aplicativo em vez de relacionadas a partir de um botão.

Em um artigo no site do Android foi explicitado que o Google não tem intenção de admitir apps com ações a partir do botão de menu a partir do Ice Cream Sandwich. Esse botão, que oferece uma listagem com todas as ações possíveis no aplicativo, deve ser ignorado pelos desenvolvedores.

ActionBar

A recomendação do Google é que os apps tenham ações dispostas no fluxo de uso do aplicativo. Imagino que não faça sentido um botão de anexar arquivos numa tela que não seja a de criar uma nova mensagem. O exemplo tolo, cunhado por mim, dá o tom do que o Google espera daqui para frente dos apps voltados para Ice Cream Sandwich.

“Como desenvolvedor você podia usar o botão de menu para exibir quaisquer opções que fossem relevantes para o usuário, geralmente utilizando as ações disponíveis no menu de opções” — explica Tim Bray, da equipe de Android. O Honeycomb acabou com a dependência do botão de Menu físico ao permitir a ActionBar, uma barra presente no topo do aplicativo com algumas das opções mais comuns para o usuário.

Há explicações e exemplos de como implementar as ações de aplicativo dispostas nas telas do app ou na ActionBar no próprio artigo (em inglês). Recomendo que os desenvolvedores que leem o Tecnoblog vão até lá para saber das novidades.

Para o Honeycomb e versões anteriores do Android o Google vai admitir ações amparadas pelo botão de menu. A partir do ICS, não.

Nessa história toda me veio à mente que o Google está mudando uma característica base dos aparelhos com o sistema que provê. Repare que no iPhone não há botões físicos para ações, fora o que leva para a tela inicial. E a Microsoft, que chegou depois nesse mercado colocou apenas os botões de voltar, de ir à tela inicial e de busca como requisitos do Windows Phone.

Admito: acostumado com o Android, senti falta do botão de opções nos Windows Phone que testei. Vai ver eu estou errado.