Arquivo Celular

Samsung lança Galaxy S Duos no Brasil por R$ 1.049

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Samsung Brasil anunciou hoje a disponibilidade do Galaxy S Duos, um smartphone que tenta combinar bom desempenho com suporte a dois chips simultâneos — um mercado ainda pouco explorado pelos fabricantes. Apesar do design parecido com o Galaxy S III, não crie muitas expectativas: o hardware do Galaxy S Duos só chega perto do primeiro Galaxy S, lançado em 2010.

Galaxy S Duos, um dual chip com Ice Cream Sandwich por R$ 1.049

O processador do Galaxy S Duos é um simples Snapdragon de 1 GHz com núcleo Cortex-A5, o caçula da família ARM. A GPU é uma Adreno 200, então não espere muito desempenho em jogos. Mas ele tem algumas características acima da média dos outros smartphones dual-chip: tela multitouch de 4 polegadas (480×800 pixels), 3 GB de memória interna para o usuário, 768 MB de RAM e câmera de 5 megapixels.

Como notado pelo Ztop, algumas lojas já começaram a vender o Galaxy S Duos antes mesmo do anúncio oficial. No Fast Shop e no Walmart, a informação é que o aparelho vem com Android 2.3, mas a Samsung Brasil garante que o Galaxy S Duos chega de fábrica com Ice Cream Sandwich. Ele também está na lista de smartphones com atualização garantida para o Jelly Bean.

No anúncio, a Samsung cita como “tecnologia exclusiva” o Dual SIM Always On, que permite o funcionamento dos dois SIM cards de forma simultânea. Assim, enquanto você estiver numa ligação, ainda poderá receber chamadas de outro chip. O preço sugerido do Galaxy S Duos no Brasil é R$ 1.049 — ele deve competir com o Motorola Atrix TV dual-chip, que é vendido por R$ 999.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque