Arquivo Celular

Este é o Tegra Note, o tablet de 7 polegadas e US$ 199 da Nvidia

Giovana Penatti
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Eis que surge mais um tablet de 7 polegadas por 199 dólares para ocupar espaço nas prateleiras. Este é a aposta da Nvidia e se chama Tegra Note. Algumas fotos e informações dele estavam vazando nas últimas semanas e, conforme esperado, ele conta com um SoC Tegra 4. Mas calma lá: é um tablet de referência, não exatamente o produto final.

A intenção da Nvidia não é exatamente concorrer com outros fabricantes de tablets – até porque eles são parceiros dela.

A ideia é que o Tegra Note sirva de referência para as fabricantes parceiras, que podem modificar o tablet no que julgarem necessário. E, mesmo que as mudanças sejam pequenas, é bem provável que não haja concorrência entre as parceiras escolhidas para utilizar o Tegra Note, já que elas atuam em mercados diferentes.

Bonito, né?

Bonito, né?

Nas especificações do Tegra Note, temos, além do Tegra 4, resolução de tela de 1280×800 pixels (que não é exatamente ruim; é a mesma do Nexus 7 de primeira geração, mas o novo tem 1920×1200 pixels), CPU quad-core Cortex-A15 e GPU GeForce de 72 núcleos, 16 GB de armazenamento interno (mais  32 GB podem ser obtidos com microSD), Android Jelly Bean, bateria que aguenta 10 horas de reprodução de vídeo e conexão micro HDMI para conectar à TV. Ele também é compatível com LTE.

Outros destaques: a caneta Stylus vem com duas pontas que podem ser trocadas, uma de cinzel e outra de pincel. O tablet também conta com a tecnologia DirectStylus – cortesia do Tegra 4 – , que traz uma precisão fantástica no uso dessa caneta; por exemplo, o traço fica mais grosso ao exercer mais pressão sobre a tela. E o áudio, emitido por alto-falantes frontais, têm “a maior gama de frequências em um tablet”.

O Tegra Note – ou o que surgir a partir dele – deve começar a chegar ao mercado em outubro. O pacote é bem interessante por US$ 199, não?

Com informações: The Verge

Giovana Penatti

Ex-editora

Giovana Penatti é jornalista formada pela Unesp e foi editora no Tecnoblog entre 2013 e 2014. Escreveu sobre inovação, produtos, crowdfunding e cobriu eventos nacionais e internacionais. Em 2009, foi vencedora do prêmio Rumos do Jornalismo Cultural, do Itaú. É especialista em marketing de conteúdo e comunicação corporativa.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque