Arquivo Negócios

Para a surpresa de ninguém, Valve entra para a Linux Foundation

Giovana Penatti
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Foi anunciado hoje que a Valve passou a fazer parte da Linux Foundation, a organização sem fins lucrativos que criou e mantém o sistema operacional de mesmo nome. A surpresa, aqui, talvez seja a de que a empresa ainda não fazia parte da fundação.

É que a Valve é abertamente uma grande apoiadora do sistema open-source. Tanto que seu criador, Gabe Newell, já falou que o Linux é o melhor sistema operacional para gamers e até o chamou de “o futuro dos jogos”. Ele também chegou a declarar que o Windows 8 é um desastre para a indústria de games e, neste ano, vários games do Steam começaram a ganhar versões para Linux.

Mais uma prova da fidelidade da Valve é o Steam OS, sistema operacional utilizado nas Steam Machines, que é baseado em Linux e deve começar a ser comercializado junto com os “consoles” da Valve no ano que vem – o que deverá, consequentemente, aumentar bastante o número de usuários da plataforma.

O que muda na Valve ao entrar para a Linux Foundation? Nada de imediato. Mas oficializa, de certa forma, a parceria da empresa com o sistema.

No comunicado, Mark Sartain, desenvolvedor de Linux que é uma das pessoas mais importantes nesse time na Valve, diz que “esperamos contribuir com ferramentas para desenvolvedores criando novas experiências no Linux, incentivar fabricantes a priorizar apoio ao Linux e, finalmente, entregar uma plataforma aberta e elegante para os usuários”.

Com informações: The Next Web

Giovana Penatti

Ex-editora

Giovana Penatti é jornalista formada pela Unesp e foi editora no Tecnoblog entre 2013 e 2014. Escreveu sobre inovação, produtos, crowdfunding e cobriu eventos nacionais e internacionais. Em 2009, foi vencedora do prêmio Rumos do Jornalismo Cultural, do Itaú. É especialista em marketing de conteúdo e comunicação corporativa.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque