Arquivo Brasil

Prefeitura de São Paulo lança Dicionário de Paulistanês com bolacha, farol, geladinho, mano e outras palavras

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A língua oficial do Brasil é o português, mas cada região tem seus próprios costumes e expressões. Pensando nisso, a SPTuris, empresa de turismo ligada à Prefeitura de São Paulo, lançou um site chamado Dicionário de Paulistanês, que traz um compilado de mais de 150 palavras, expressões e gírias faladas na capital paulista, mas que podem ser desconhecidas por visitantes de outros locais do país e do mundo, de olho nos turistas que visitarão a cidade na Copa do Mundo.

dicionario-de-paulistanes

Sempre presente em discussões altamente produtivas, bolacha é definida como “alimento seco, feito principalmente com massa de farinha”, enquanto biscoito é apontado como uma palavra que não existe no dicionário do paulistano. O site também lista farol (semáforo), guia (meio fio), geladinho (chupe-chupe ou sacolé em outras regiões), sorvete (que também é usado para picolé) e mais uma série de termos, com exemplos de uso e traduções para o inglês.

dicionario-de-paulistanes-conversa

O site ainda possui uma seção de gastronomia, com dogão, mexerica, pão francês, virado à paulista e outras comidas, além de reunir as manias dos paulistanos (comê o R dos verbos ou esquecer dos plural) e os vários dialetos de São Paulo, já que cada bairro tem suas características: é fácil encontrar japoneses na Liberdade, italianos no Bixiga e coreanos no Bom Retiro, por exemplo.

Para você não ficar boiando, acesse o Dicionário de Paulistanês em cidadedesaopaulo.com/paulistanes. Agora deixem eu vazar, vou na padoca comprar bolacha e sorvete porque o calor tá tenso hoje.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque