Microsoft anuncia nova edição da Imagine Cup Brasil, que premiará estudantes com ideias inovadoras

Mais de 200 mil estudantes brasileiros participaram da Imagine Cup desde 2007

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 3 meses

A Microsoft anunciou na noite desta terça-feira (2), durante um evento na sede em São Paulo, a nova edição da Imagine Cup Brasil, tradicional competição de inovação que a empresa faz todos os anos. Em 2015, a Copa do Mundo da Computação, como a Microsoft chama o torneio, terá uma final em Curitiba. A empresa também revelou que abrirá um novo Centro de Inovação, o primeiro focado em nuvem e mobilidade.

Qualquer estudante com mais de 16 anos pode participar da Imagine Cup Brasil 2015. São três categorias: Cidadania Mundial, Jogos e Inovação. As equipes que conquistarem o primeiro lugar em cada categoria ganham um prêmio de US$ 50 mil. Os vencedores poderão ser escolhidos para representar o país na grande final da Imagine Cup, que será realizada em Seattle.

eyenaemia

Vários projetos bacanas já saíram da Imagine Cup. Em 2014, quem venceu a final mundial foi uma dupla da Austrália: eles apresentaram o aplicativo Eyenaemia, que usa a câmera do smartphone para analisar a conjuntiva do usuário e calcular o risco de anemia. Já os vencedores da categoria Inovação mostraram o Estimeet, um aplicativo que mostra em tempo real, em um mapa, onde estão todos os convidados da sua festa, o que é útil para evitar aqueles telefonemas só para perguntar “onde você está?” (a ideia também é meio assustadora).

As inscrições para a Imagine Cup 2015 estão abertas e podem ser feitas nesta página. Os participantes devem enviar os projetos até o dia 15 de março de 2015. No dia 8 de abril, a final nacional será realizada em Curitiba. Em 30 de junho, será escolhido o representante do Brasil na final mundial da Imagine Cup, que acontece em julho em Seattle.

Em Curitiba, cidade que sediará a final da Imagine Cup Brasil 2015, a Microsoft abrirá mais um Centro de Inovação da Microsoft, em parceria com a PUCPR e o estúdio de games Signum. No novo centro, o foco será o mantra “mobile-first, cloud-first”: haverá produção de jogos e projetos de nuvem, que estarão ligados a uma aceleradora de startups.

Relacionados