KickassTorrents

Criado em 2008, o KickassTorrents é um dos diretórios de torrents mais populares depois do Pirate Bay e, como tal, tem estado na mira das autoridades. A mais recente investida tirou o site do ar. Mas, para a alegria de seus usuários, o problema durou apenas algumas horas: o serviço voltou em outro endereço, kickass.to.

Até então, o endereço oficial do KickassTorrents era kickass.so. Este domínio (.so) foi escolhido por ser reservado à Somália, o que, em tese, dificultaria o bloqueio do site por autoridades norte-americanas ou europeias.

Mas, pelo jeito, a estratégia não deu certo: nas primeiras horas desta segunda-feira (9), o serviço ficou inacessível. Uma consulta de whois mostra o seguinte status: banido.

Esta informação indica que o KickassTorrents perdeu o controle sobre o endereço kickass.so, temporariamente ou não. O bloqueio foi feito pelos administradores que gerenciam o domínio “.so”.

O que não está claro é o que serviu de base para o procedimento. Como é de se esperar, a primeira suspeita recai sobre a MPAA, entidade que defende os interesses dos estúdios de Hollywood: para deixar o site offline, é possível que a associação tenha se unido ao governo dos Estados Unidos que, por sua vez, teria agido em conjunto com as autoridades somalianas.

De todo modo, a rapidez com a qual o KickassTorrents voltou a funcionar – o endereço kickass.to se tornou oficial apenas algumas horas após o banimento – é um indício claro de que os administradores do serviço tinham um “plano B”, ou seja, já esperavam por algum tipo de bloqueio a qualquer momento.

Não é de se estranhar: assim como o Pirate Bay, há tempos que o KickassTorrents usa a tática dos domínios alternativos para escapar das “perseguições” de autoridades. A URL kickass.to era o endereço oficial até novembro de 2014, quando kickass.so passou a ser usado para acesso direto ao site.

O retorno ao endereço kickass.to não é livre de transtornos, todavia. O KickassTorrents perdeu acesso ao domínio kickass.so, consequentemente, não pode redirecioná-lo para a “nova velha” URL oficial. Como este é o endereço indexado pelo Google e outros buscadores, o serviço deve receber menos acessos durante alguns dias.

Atualizado em 10/02/2015 às 12:00

Com informações: VentureBeat, TorrentFreak

 

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados