Compartilhamento de corrida: Uber planeja serviço mais barato que uberX no Brasil

Uber se encarrega de procurar usuários que desejam ir para a mesma direção e divide os custos

Paulo Higa
Por
Uber app

O uberX, serviço de transporte do Uber que conta com veículos mais populares, já consegue ser mais barato que o táxi comum nas cidades brasileiras. Mas uma nova modalidade pode reduzir ainda mais o preço das corridas: segundo a Época, a empresa planeja lançar no país o uberPool, que compartilha a sua viagem com outros passageiros para dividir os custos.

O uberPool já opera em cidades como Nova York e Londres. Funciona assim: você solicita um motorista pelo aplicativo, com o destino já definido, e o Uber informa o valor da corrida, cerca de 25% mais barata que no uberX. A lógica é semelhante a dos ônibus: o motorista, em vez de levar você da origem ao destino, faz um caminho para pegar passageiros que estiverem indo para a mesma direção. Como o trajeto é compartilhado, a corrida fica mais em conta.

Eu já testei o uberPool em Nova York, para ir da Times Square (na região central de Manhattan) até Lower Manhattan (no sul). Um trajeto que custa entre US$ 18 e US$ 25 no uberX ou entre US$ 38 e 50 no UberBlack sai por US$ 14,68 no uberPool. Mesmo se o Uber não encontrar outros passageiros que estiverem indo para a mesma região, você paga o valor que foi combinado antes de solicitar a corrida — e viaja sozinho no banco de trás.

É uma opção interessante para cidades que tenham trajetos muito previsíveis. Em São Paulo, no período da manhã, há um grande fluxo de pessoas que se deslocam da Zona Leste para a região central na ida ao trabalho; no final da tarde, o fluxo se inverte. Como sempre haverá um passageiro querendo fazer os mesmos trajetos, o uberPool pode ser uma alternativa para fazer corridas mais baratas e, de quebra, diminuir os congestionamentos na cidade.

De acordo com a Época, o uberPool será lançado em São Paulo em abril. Como expliquei anteriormente, o rascunho do decreto que regulamenta serviços privados de transporte de passageiros na capital paulista já previa o funcionamento do uberPool, pelo art. 6º, que diz: “A OTC [Operadora de Transporte Credenciada] deve disponibilizar sistema de divisão de corridas entre chamadas de usuários cujos destinos possuam trajetos convergentes, garantida a liberdade de escolha dos usuários”.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados