Arquivo Internet

Paquistão bloqueia Facebook e YouTube [atualizado]

João Brunelli Moreno
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Membros de um grupo chamado “Movimento dos Advogados do Islã” apresentou um pedido a uma corte paquistanesa para que a rede social Facebook seja temporariamente bloqueada no país por conta de caricaturas do profeta Maomé.

No final do último mês de abril um grupo de cartunistas dos EUA que organiza um movimento chamado “Cidadãos Contra Cidadãos Contrários ao Humor” demonstrou solidariedade aos humoristas Trey Parker e Matt Stone, que vinham sofrendo ameaças por conta da “participação especial” do profeta no desenho South Park e criaram um tal Dia em que todo mundo desenha Maomé, usando o Facebook como meio de comunicação. Apesar da página conter um aviso informando que “ela não pretende difamar o Islã”, Isso foi suficiente para que um grupo de advogados do outro lado do mundo se revoltasse com a iniciativa e a classificasse como “uma blasfêmia”.

“Nós apenas queremos mostrar aos extremistas que ferem ou prejudicam pessoas por conta de suas representações de Maomé que nós não temos medo deles”, afirmou um dos criadores da iniciativa à rede BBC. “Eles simplesmente não podem calar nosso direito de expressão usando o medo para nos silenciar”.

A página em questão apresenta uma série de desenhos do profeta e de personagens de outras religiões, como hinduísmo ou cristianismo, além de mensagens críticas ou de apoio ao Islã.

[Atualização 18h40] A rede BBC afirma que além da rede social o site de vídeos YouTube também teve seu acesso bloqueado no país por conta do tal “Dia em que todo mundo desenha Maomé”.

João Brunelli Moreno

Formado em comunicação e jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba, João Brunelli Moreno é redator, blogueiro, roteirista e produtor de conteúdo. Venceu mais de 100 prêmios de publicidade, incluindo o 40° Profissionais do Ano realizado em 2018. Foi autor no Tecnoblog entre 2009 e 2012 cobrindo assuntos relacionados a gadgets, computadores, Apple, Google, Microsoft, entre outros.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque