Google Wave não será desenvolvido mas terá código reaproveitado

Rafael Silva
Por

Anunciado em maio de 2009 durate o Google I/O, o Google Wave prometia. Ele foi usado primeiro por desenvolvedores que foram na conferência, mas depois passou por quase todos os períodos que um produto do Google passa: instabilidade pela quantidade de usuários, fase beta fechada, fase beta aberta, ataque por spammers e várias outras. E agora o futuro dele é incerto, já que ele não será mais desenvolvido pela empresa.

A decisão foi anunciada hoje no blog oficial do Google. Segundo Urs Hölzle, vice-presidente de operações, a empresa não irá mais dedicar tempo ou funcionários no desenvolvimento do Wave como um produto, pois ele não conseguiu a audiência esperada. Apesar de afirmar que a ferramenta continuará disponível pelo menos até o final do ano, Urs não diz o que acontece a partir do ano que vem.

O post no blog ainda diz que o Google Wave vai ser tratado como um carro velho que teve as rodas roubadas: parte do seu código será reaproveitado em outros produtos da empresa e outras partes já até viraram projetos de código aberto. Essa reciclagem de produto poderia ter garantido alguns pontinhos com o Greenpeace, se a organização levasse em conta o reaproveitamento de bits.

Além disso, o Google garante que irá fazer um último esforço e criará ferramentas para que seus usuários exportem dados para outros serviços.

Descanse em paz, Google Wave, nascido em maio de 2009 e falecido de causas naturais em agosto de 2010.

Relacionados

Relacionados