Nova Apple TV: menor e sem HD

Rafael Silva
Por

Jobs é conhecido por usar o ‘one more thing’ no final dos seus keynotes para apresentar um novo produto ou característica de um gadget já lançado. Dessa vez não foi diferente. Quer dizer, na verdade foi. Ao invés de usar ‘one more thing’ Steve Jobs mandou um ‘one more hobby’. E com isso anunciou a nova versão da Apple TV. Cá entre nós, foi melhor mesmo ele ter deixado para o final.

De longe, esse foi o produto que mais sofreu modificações dentre todos os anunciados. Além de diminuir para 1/4 do seu tamanho original, a Apple TV passou a ser preta ao invés de cinza, perdeu o HD de 40 GB que tinha integrado e passou a custar menos: de US$ 249 seu preço foi para US$ 99,00 (provavelmente a única vantagem até agora). Por causa da ausência de HD, também não é possível mais comprar vídeos no dispositivo, apenas alugá-los.

Se antes já não era muito interessante para a Apple vender tal produto no Brasil por não haver conteúdo licenciado para o país, agora que perdeu o HD ele ficou ainda mais improvável que isso aconteça. Para os norte-americanos, entretanto, ele pode ser uma boa alternativa às set-top boxes do tipo da Roku e a Boxee Box da D-Link, que custam entre US$ 99,00 e US$ 299,00, já que a habilidade de fazer streaming de vídeos de serviços como o Netflix foi implementado na nova versão do gadget.

O novo Apple TV será lançado daqui a 4 semanas e custará US$ 99,00. Eu queria terminar esse post com algo mais animado, mas não consigo pensar em nada além de ‘meh’.

Relacionados

Relacionados