Concorrente do WikiLeaks ganha nome e data de lançamento

Rafael Silva
Por

Na semana passada publiquei um post falando da possibilidade da criação de um novo WikiLeaks, composto principalmente por um grupo de ex-membros do site que estavam descontentes com o rumo que Julian Assange, seu fundador, estava dando á ele. Na época, o idealizador do projeto não quis revelar seu nome ou algo mais concreto que isso. Ontem um jornal sueco descobriu que ele já foi batizado e tem uma data de lançamento programada.

Chamado de OpenLeaks, o site deve ser lançado na próxima segunda-feira. Se eles forem os donos do domínio OpenLeaks.org, registrado em setembro desse ano, é bem provável que a logo acima seja usada no projeto. O máximo que você pode ver agora no site é um aviso de “coming soon”, mas eles também já trataram de criar também uma conta no Twitter com o mesmo nome e que foi criada em 5 outubro.

Mas diferente do WikiLeaks, o novo site não vai publicar informações que receberem, mas sim vai permitir que membros da imprensa acessem o sistema de documentos e publiquem o que quiserem. De acordo com as informações de uma fonte anônima de dentro do site, o objetivo do OpenLeaks é “se estabelecer como um intermediário neutro, sem objetivos políticos além da disseminação de informação para a mídia, o público e outras organizações”.

Com informações: CNET.

Atualização às 17:05 | Olhando os seguidores da conta OpenLeaks no Twitter, acabei descobrindo um segundo site do tipo sendo criado. Chamado de CrowdLeak, o site parece estar está em fase de organização por enquanto e foi criado com objetivo de desenvolver uma ferramenta de código aberto para ajudar na publicação de documentos confidenciais. Como já é de praxe, ele já está aceitando doações, já têm uma conta no Twitter e uma página no Facebook. Mas não se sabe se o site é legítimo ou quais são as pessoas por trás dele.