privacidade

MP investiga empresa brasileira que rastreia 60 milhões de celulares

14/09 às 15h58 por

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) anunciou, nesta semana, a instauração de um inquérito civil público para investigar a In Loco Tecnologia da Informação (PDF): o órgão quer descobrir se a startup comete abuso ao utilizar a sua tecnologia para rastrear celulares no Brasil e direcionar anúncios publicitários. MP investiga Facebook por uso de reconhecimento f

Após polêmica, Trend Micro remove “roubo” de dados em apps no macOS

11/09 às 17h52 por

Um levantamento realizado pelo especialista em segurança Patrick Wardle fez uma constatação perturbadora: diversos aplicativos disponíveis na Mac App Store coletavam históricos de navegação do usuário e os enviavam a servidores remotos. Entre eles estão ferramentas de uma empresa que trabalha justamente com segurança: a Trend Micro. Apple exigirá política de privacidade para aplicativos na App Store

Google e Mastercard teriam acordo secreto para rastrear compras

31/08 às 13h36 por

Um dos desafios da publicidade online é mensurar o impacto de campanhas nas vendas de lojas físicas. No ano passado, o Google conseguiu transmitir esse tipo de informação a alguns anunciantes. O problema é o método usado para isso: a companhia teria repassado milhões de dólares à Mastercard para ter acesso a dados de transações, tudo isso sem que os usuários soubessem que estavam sendo rastreados. Google coleta 900 dados por dia no Android mesmo se usuário não fizer nada

Facebook bane app myPersonality e suspende outros 400

23/08 às 11h52 por

Depois do escândalo Cambridge Analytica, o Facebook tenta mostrar mais controle sobre os aplicativos disponíveis em sua plataforma. A "caça às bruxas" mais recente levou ao banimento do app myPersonality. O problema é que a ação pode ter sido um tanto exagerada. Mais de 400 aplicativos foram suspensos da plataforma desde que os trabalhos de auditoria começaram, em março. Mas banir e suspender não têm o mesmo

Google coleta 900 dados por dia no Android mesmo se usuário não fizer nada

22/08 às 14h28 por

O Google consegue obter uma quantidade enorme de dados sobre os usuários, especialmente de quem usa Android. Um novo relatório mostra quantas informações a empresa coleta, incluindo localização, mesmo que você não faça nada com o celular; ou mesmo que evite usar serviços do Google. Como evitar compartilhar seus dados pessoais com o Google Cade analisa se Google abuso

MP investiga empresas que vendem reconhecimento facial no Brasil

17/08 às 12h20 por

O reconhecimento facial vem sendo cada vez mais adotado no Brasil para evitar fraudes. Bancos, seguradoras e varejistas cruzam seus dados com bases de dados privadas da Acesso Digital, Certibio e CredDefense. Mas como essas empresas estão obtendo fotos do seu rosto, e como estão usando isso? O MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) quer saber. Linha 4-Amarela do metrô de SP terá telas com reconhecimento facial

Google rastreia você mesmo com histórico de localização desativado

13/08 às 16h33 por

O Google tem um recurso para guardar automaticamente todos os locais que você visitou, incluindo data e horário, usando seu celular Android ou iPhone. Você pode desativar isso nas configurações, mas — surpresa! — os serviços do Google vão coletar seu histórico de localização mesmo assim. Google Maps permite compartilhar sua localização em tempo real

PL quer proibir operadoras de compartilhar dados de clientes sem permissão

26/07 às 10h25 por

A Câmara dos Deputados poderá votar, a partir de agosto, o projeto de lei 9290/2017, que determina que as companhias de telecomunicações atuantes no Brasil mantenham o sigilo dos dados dos clientes. O principal objetivo é evitar que informações privadas sejam compartilhadas com serviços de telemarketing sem consentimento. Qual é a polêmica em torno da lei de proteção de dados pes

MP investiga Facebook por uso de reconhecimento facial no Brasil

24/07 às 13h20 por

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai investigar o Facebook. O órgão instaurou inquérito para descobrir se a tecnologia de reconhecimento facial da rede social descumpre leis brasileiras. A principal preocupação é a possibilidade de o recurso ser usado para discriminação. Há anos que o Facebook utiliza sistemas de reconhecimento facial, mas somente no final de 2017 é que o recurso ganhou força por lá: foi nessa época que a rede social passou a identificar usuários que aparecem em fotos

Senadores dos EUA querem investigar se smart TVs violam privacidade

16/07 às 12h51 por

A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês) recebeu um pedido intrigante: dois senadores querem que o órgão investigue se fabricantes estão lançando smart TVs que coletam dados dos usuários sem que estes percebam ou tenham autorizado o procedimento. Em carta pública dirigida à FTC (PDF), os senadores Edward J. Markey e Richard Blumenthal manifestam preocupação com tecnologias empregadas em smart TVs que podem rastrear o conteúdo aces

Carregar mais posts