Com a parceria já anunciada, os principais executivos da Nokia e Microsoft declararam quais serão os novos desafios que enfrentarão pela frente em uma carta publicada para a imprensa. Nela, os CEOs concordam que os desafios existem e são vários, mas que vão superá-los. Eles também garantem que serão rápidos e que vão ‘quebrar’ os outros ecossistemas móveis presentes no mercado, dentre outras declarações nada bombásticas.

Com a integração do Windows Phone 7 em celulares Nokia, a empresa também vai mudar alguns aspectos nos demais celulares. O buscador oficial passa a ser o Bing, que deverá mostrar anúncios nas páginas com a ajuda do adCenter, também da Microsoft. O Nokia Mapas também vai passar por mudanças, e também deverá ser integrado com a busca do Bing, além de mostrar os anúncios do adCenter. Já a loja online de aplicativos da Nokia deverá ser integrada ao Windows Marketplace. Como eles farão isso, ainda é um mistério.

Dentre outros pontos levantados na carta, as empresa disseram que planejam “usar iniciativas conjuntas de marketing e um planejamento compartilhado para alinhar o futuro da evolução de produtos móveis” além de garantir que as parcerias que a Nokia já mantém com operadoras ao redor do mundo vai facilitar a contratação de serviços exclusivos do Windows Phone 7.

E talvez por causa da emoção do anúncio, o CEO da Nokia, Stephen Elop, tuitou uma pequena gafe pouco depois de tornar pública a parceria com a fabricante do Windows.

Traduzindo, o que ele disse foi “Hoje, a Nokia mergulha para frente”. Muito provavelmente o que ele quis dizer foi ‘drive‘, o que traduziria a frase para “Hoje a Nokia se move para frente”. Oops. Nada como uma boa gafe para selar uma parceria duradoura!

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Rafael Silva

Rafael Silva

Ex-autor

Rafael Silva estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Como redator, produziu textos sobre smartphones, games, notícias e tecnologia, além de participar dos primeiros podcasts do Tecnoblog. Foi redator no B9 e atualmente é analista de redes sociais no Greenpeace, onde desenvolve estratégias de engajamento, produz roteiros e apresenta o podcast “As Árvores Somos Nozes”.

Relacionados