Enquanto fabricantes de computadores ao redor do mundo se preocupam em atender diversos nichos de mercado com seus produtos, um desenvolvedor de jogos resolveu criar um computador diferente. David Braben decidiu fazer um que fosse barato e ainda assim tivesse poder o bastante para rodar um sistema simples, para que ele pudesse ser distribuído em escolas que não podem cobrir os custos de um OLPC, por exemplo. E conseguiu.

Braben criou um computador chamado Raspberry Pi e que mais parece um pendrive com sua placa lógica exposta, mas que consegue ter bastante em termos de conectividade. Ele vem com um processador ARM 11 com 700 MHz de clock, 128 MB de memória RAM, um slot para cartão de memória microSD, uma porta USB e uma HDMI, além de ter espaço para conectar uma câmera ou um módulo WiFi. Ele pode ter um hardware considerado antigo, mas por ter suporte a gráficos OpenGL 2.0, sua porta HDMI consegue exibir uma tela com até 1080p de resolução sem muitos problemas.

Ele não vai rodar Crysis em nenhuma circunstância, mas roda o Ubuntu 9 e isso já é o bastante para muitas escolas. Melhor ainda: o Raspberry Pi custa apenas 25 dólares para ser produzido. David diz que planeja começar a produção em massa e distribuição em até 12 meses. Saiba mais detalhes na página oficial do gadget.

Com informações: SlashGear.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Rafael Silva

Rafael Silva

Ex-autor

Rafael Silva estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Como redator, produziu textos sobre smartphones, games, notícias e tecnologia, além de participar dos primeiros podcasts do Tecnoblog. Foi redator no B9 e atualmente é analista de redes sociais no Greenpeace, onde desenvolve estratégias de engajamento, produz roteiros e apresenta o podcast “As Árvores Somos Nozes”.

Relacionados