Google está sob investigação do governo americano

FTC vai revisar práticas comerciais do gigante da internet.

Thássius Veloso
Por
• Atualizado há 1 semana

Nada de boas notícias para os nossos amigos de Mountain View. O Google anunciou nessa sexta-feira que recebeu uma notificação da FTC (Federal Trade Commission, ou Comissão Federal de Comércio) nos Estados Unidos. Na carta, o órgão afirma que vai conduzir uma enorme investigação acerca das práticas comerciais do Google nos últimos anos.

A investigação é considerada como anti-truste, porque tenta levantar informação sobre práticas de truste do Google. Para quem não sabe, o tal do truste significa que uma empresa utilizou seu tamanho, poder econômico – e tecnológico, suponho, para o caso específico do Google – em benefício próprio.

Em um texto sobre o assunto, Google reafirmou que sempre teve o usuário em foco ao desenvolver novos produtos e serviços. “Nós reconhecemos que nosso sucesso levou a um grande escrutínio”, diz a empresa ao admitir que recebeu o comunicado da FTC. É bem verdade: com os bilhões de dólares que o Google fatura anualmente e a grande concentração de mercado que a empresa abocanha no negócio de buscadores, não é surpresa que um órgão de investigação vá atrás de mais detalhes sobre a empresa.

A Microsoft passou por investigação similar e Bill Gates teve que prestar esclarecimentos

Na mensagem, o gigante da internet meio que ironiza o comunicado da FTC: “Ainda não está claro quais são as preocupações da FTC”. Entretanto, o Google finge não saber que a investigação será ampla e possivelmente vai trazer questionamentos sobre diversos negócios da companhia.

O Google promete colaborar integralmente com as requisições da FTC. Se for assim mesmo, é de se esperar que a empresa tenha um grande custo com a produção de documentos, pareceres, provas e afins que tragam explicações para a comissão de comércio americana.

Esse é o só o começo do que me parece ser um processo bastante longo e litigioso. Cabe lembrar que a Microsoft também já enfrentou investigação similar no início dos anos 1990, quando diversas práticas da companhia foram investigadas. Até mesmo Bill Gates prestou (notáveis e inúteis) esclarecimentos ao governo americano.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Também atua como comentarista da GloboNews, palestrante, mediador e apresentador de eventos. Tem passagem pela CBN e pelo TechTudo. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Canal Exclusivo

Relacionados