1Password vai se tornar um gerenciador de senhas que não pede senha

Ainda em 2023, 1Password vai permitir que usuários usem passkeys (chaves de acesso) em vez de senha para fazer login no serviço

Emerson Alecrim
Por
1Password no iPhone (imagem: divulgação/1Password)
1Password no iPhone (imagem: divulgação/1Password)

Um gerenciador de senhas que não usa senha. É assim que deve ser o futuro do 1Password. Um futuro próximo: o serviço anunciou que, a partir do meio do ano, permitirá que seus usuários façam login na plataforma usando passkeys em vez de uma combinação de caracteres. Trata-se de uma solução já adotada por Apple e Google.

Mas o que é passkey?

De uma forma genérica, passkey (chave de acesso, em tradução livre) é uma espécie de credencial digital que permite autenticação em serviços sem uso de senhas.

Por padrão, um mecanismo do tipo se baseia na criptografia de chave públicas. Assim, em vez de requerer uma combinação de caracteres, o procedimento de login é feito a partir de um par único de chaves criptográficas (a privada e a pública).

Esse método pode ser reforçado com verificação biométrica, a exemplo do Face ID, da Apple.

Passkeys no 1Password

No blog do 1Password, o líder de produtos Steve Won conta que, em breve, o serviço permitirá que o usuário entre em sua conta usando apenas uma chave de acesso. O recurso será desenvolvido na mesma base da Secret Key, aquela sequência única de 34 caracteres que reforça a segurança do login ou da recuperação de contas.

Para quem se preocupa com a segurança do método, Won explica:

Ao contrário das senhas criadas pelos usuários, as passkeys são fortes e únicas por padrão. Elas são geradas e armazenadas em seus dispositivos, e nunca são compartilhadas com nosso serviço nas nuvens.

Ainda de acordo com Won, as passkeys do 1Password serão criptografadas em 256 bits e terão resistência a phishing (como, exatamente, não ficou claro). Além disso, elas terão a proteção reforçada com identificação biométrica e segurança em nível de hardware.

Está nos planos da empresa permitir que os usuários transfiram passkeys de um dispositivo para outro, embora ainda não se saiba como o procedimento funcionará.

Para quando?

As passkeys no 1Password estão previstas para o verão dos Estados Unidos, ou seja, o meio do ano. De acordo com a empresa, as chaves de acesso permitirão:

  • criar uma conta no 1Password;
  • fazer login em novos dispositivos com facilidade;
  • usar o celular para desbloquear o 1Password no Mac, PC ou navegador;
  • acelerar a integração com colegas de trabalho, familiares ou amigos;
  • usar autenticação biométrica integrada em todos os acessos ao 1Password, inclusive via web.

Os interessados podem ser informados sobre a novidade na newsletter ou no Mastodon do 1Password.

Convém destacar que o 1Password não é a única empresa nessa, digamos, jornada. O Google começou a testar passkeys em 2022. Na Apple, o assunto foi introduzido na WWDC22, no meio do ano passado. Já é possível usar passkeys no iOS 16 e macOS Ventura.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados