Início / Notícias / Celular /

MediaTek anuncia primeiro processador octa-core “de verdade” para smartphones e tablets

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A MediaTek prometeu e cumpriu: a taiwanesa anunciou hoje o MT6592, um SoC para smartphones e tablets que tem como principal característica um processador octa-core “de verdade”, nas palavras da empresa. Trata-se claramente de uma cutucada na Samsung, que anteriormente havia lançado o Exynos 5 Octa, um chip que possuía oito núcleos de processamento, mas não podia usar todos ao mesmo tempo.

O MT6592 possui processador com oito núcleos Cortex-A7 que rodam com frequência de até 1,7 GHz ou 2 GHz, dependendo do modelo. A GPU é uma Mali-450 MP, que promete o dobro de desempenho da antiga Mali-400 MP e suporta vídeos com resolução 4K em H.264. O chip também suportará codecs H.265 e VP9, além de câmeras de 16 megapixels e telas com resolução de até 1920×1080 pixels.

mediatek-processador-soc-chip

A escolha do Cortex-A7 foi estranha, porque eles foram projetados pela ARM para serem núcleos mais econômicos, que fornecem menos desempenho que os Cortex-A15. No entanto, a MediaTek afirma que seu SoC é poderoso e mostrou benchmarks do MT6592 com resultados melhores que um chip que parece ser o Snapdragon 800. Além disso, a MediaTek diz que os Cortex-A7 fornecem melhor experiência que o concorrente com 40% do consumo de energia.

Mas para que serve um processador octa-core num smartphone? Bem, a MediaTek diz que alguns aplicativos já são capazes de usar os oito núcleos do MT6592, como o Chrome e determinados players de vídeo e mapas. Fabricantes que inserem o recurso de múltiplas janelas nos smartphones e tablets também serão beneficiados pelos núcleos adicionais.

Nossa, não deixava, Samsung!

Para acalmar os que estão com receio do estrago que um processador octa-core pode fazer, a MediaTek faz questão de dizer que o MT6592 possui um algoritmo que monitora constantemente a temperatura e o consumo de energia do chip para certificar-se de que a experiência seja a melhor possível. O chip é escalável, então nem todos os núcleos ficarão ligados quando o usuário não estiver executando tarefas pesadas.

O novo chip da MediaTek não deve demorar muito para chegar aos smartphones e tablets topo de linha: dispositivos com MT6592 e Jelly Bean devem ser lançados pelos fabricantes até o fim do ano, enquanto aparelhos com KitKat aparecerão no início de 2014.

E como as empresas de tecnologia adoram brigar, na época em que a MediaTek havia cutucado a Samsung, prometendo um processador octa-core “de verdade”, a Qualcomm entrou no meio da história e publicou o vídeo abaixo. O vice-presidente da Qualcomm chegou a dizer que oito núcleos em chips para smartphones eram “burrice” e soltou a declaração: “Você não pode pegar oito motores de cortadores de grama, juntá-los e então afirmar que tem uma Ferrari de oito cilindros”. Quem tem razão? É o que descobriremos nas próximas semanas.