Samsung apresenta Galaxy Buds, fone de ouvido sucessor do Gear IconX

Fone de ouvido ficou mais barato, tem mais bateria e perdeu a memória interna para canções.

André Fogaça
Por

A Samsung aproveitou seu evento em San Francisco — onde apresentou o Galaxy Fold e toda a família de smartphones Galaxy S10 — para mostrar ao mundo um novo fone de ouvido sem fios, chamado de Galaxy Buds. Eles chegam ao mercado internacional a partir do mês que vem para substituir o Gear IconX, com preço menor e sem memória interna para músicas.

Visual semelhante ao modelo anterior

A nova geração de fones de ouvido completamente sem fios da Samsung chega com visual semelhante ao que já existe no Gear IconX mais recente, lançado em 2017 e que trouxe grandes melhorias para a autonomia da pequena bateria que está em cada um dos lados. A maior mudança do novo modelo é que a caixa que carrega os fones pode ser recarregada sem o uso de fios, com a tecnologia Qi.

Isso significa que é possível colocar o case dos Buds em qualquer carregador que funcione com esta tecnologia (basicamente todos os modelos vendidos atualmente), o que inclui também a traseira dos novos Galaxy S10 e S10+. Além deste tipo de carregamento, há uma porta USB-C para energia.

YouTube video

A parte externa continua com uma superfície tátil para o controle do que é reproduzido, que pode ser a partir de uma conexão Bluetooth a partir de um celular, tablet, computador ou qualquer aparelho com este tipo de conexão.

Bateria continua com longa autonomia

Na geração passada a bateria era capaz de oferecer autonomia de até sete horas de canções contínuas que estão armazenadas, ou cinco horas de streaming via Bluetooth a partir de outro dispositivo. O Galaxy Buds ganhou uma hora extra para conexão Bluetooth, mas aparentemente deixou de lado a memória interna. A empresa afirma que em 15 minutos no case, os Buds podem reproduzir até 1,5 hora de música.

O Galaxy Buds chega ao mercado internacional a partir do dia 3 de março, junto do Galaxy S10, custando US$ 129,99 – aproximadamente R$ 490, sem considerar impostos ou taxas de importação. O preço é menor do que o lançamento da geração passada, o que é um ponto positivo, mas a ausência de memória interna pode ser um ponto negativo para alguns usuários.

Ainda não há informações sobre o lançamento do Galaxy Buds no Brasil, mas certamente receberemos o fone – as duas primeiras gerações chegaram por aqui.

Relacionados

Relacionados