Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Chrome 73 traz modo escuro no macOS e suporte a teclas de mídia

Google Chrome 73 também amplia suporte aos PWAs, apps que rodam no navegador como se fossem nativos do sistema

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Google Chrome 73 foi liberado oficialmente para Windows, macOS, Linux, Android e iOS. A novidade traz recursos interessantes, embora a disponibilidade destes dependa da plataforma. A versão para macOS Mojave, por exemplo, vem com o modo escuro. Já o suporte a teclas de mídia chegou para esse sistema operacional e o Windows.

Google Chrome

Comecemos pelo modo escuro. O Chrome assumirá automaticamente um tema com tons próximos ao preto sempre que o dark mode do macOS Mojave estiver em uso. Nessas condições, o navegador fica com uma aparência que lembra a do modo de janela anônima. O recurso vai ser liberado para Windows e outras plataformas em uma versão futura, de acordo com os desenvolvedores.

Para quem busca praticidade, o suporte do Chrome aos botões de mídia do teclado deve agradar. Disponível para Windows, macOS e ChromeOS, o recurso permite que teclas como play, pause, avançar e retroceder sejam usadas para controlar a reprodução de conteúdo em áudio e vídeo no navegador. Essa funcionalidade deve ser disponibilizada no Chrome para Linux ainda neste ano.

PWA do Twitter no macOS

PWA do Twitter no macOS

Outra novidade é o suporte expandido aos Progressive Web Apps (PWAs), basicamente, aplicativos que podem ser executados no navegador em janela própria como se fossem nativos do sistema operacional — eles não mostram barra de endereço ou abas, por exemplo.

Os PWAs são a aposta do Google depois que a companhia descontinuou os aplicativos para Chrome no ano passado. O recurso chega agora ao Chrome para macOS. As versões para as demais plataformas já eram compatíveis.

Chrome Lite Pages

No Android e iOS, o Google Chrome 73 traz, sobretudo, correções de bugs e ajustes de performance. Com relação a este último quesito, há uma novidade interessante: a versão para Android passou a suportar o Chrome Lite Pages, recurso que acelera o carregamento de páginas HTTPS e reduz o consumo de dados em até 90% nas conexões lentas.

O Chrome 73 já está disponível via atualização automática (vá em “Sobre o Chrome” para verificar a versão) ou download no site oficial.