Netflix adota novo padrão que economiza dados no Android

Segundo a Netflix, o codec AV1 consegue reduzir consumo em até 20% na comparação com seu antecessor

Victor Hugo Silva
Por
• Atualizado há 2 anos
Netflix

A Netflix usará um novo padrão ao reproduzir vídeos para usuários de Android que optarem pelo modo de economia de dados. O serviço de streaming adotará o codec AV1, capaz de reduzir o consumo em até 20% na comparação com o método anterior.

O AV1 é um formato de codificação aberto e livre de royalties desenvolvido pela Alliance for Open Media, consórcio fundado em 2015 por empresas como Netflix, Google, Amazon e Intel. Lançado em 2018, ele é o sucessor do VP9, criado pelo Google e também livre de royalties.

Em seu comunicado, a Netflix indicou que, neste momento, o padrão estará disponível apenas em alguns títulos, que não foram especificados. A empresa informou ainda que deverá ampliar o uso do codec, mas entende que ele é mais adequado para dispositivos móveis, “onde as redes podem não ser confiáveis e nossos membros têm planos de dados limitados”.

Com foco no streaming, o codec já está disponível no YouTube. O serviço do Google também recomenda o uso do codec em resoluções mais baixas, especificamente até 480p. “Fazer streaming com AV1 em alta definição exige um computador potente”, alerta a plataforma na seção de Reprodução e desempenho.

Para o AV1 ser usado em vídeos com alta definição, o ideal é que mais dispositivos contem com o suporte adequado. A Netflix afirma que trabalhará com fabricantes para que isso aconteça. “À medida em que o desempenho do codec melhora com o tempo, planejamos expandir o uso do AV1 e agora também estamos trabalhando com parceiros de dispositivos e chipsets para estender isso ao hardware”.

Com informações: Engadget.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi redator, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Relacionados