Início / Notícias / Finanças /

Banco Inter vai criar segmento para quem tem a partir de R$ 1 milhão

Novo segmento do Banco Inter, Win (Inter Wealth Management), deve ser lançado nos próximos dias

Darlan Helder

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

De olho em pessoas com maior poder aquisitivo, o Banco Inter começa a ampliar os seus serviços no Brasil para atrair novos clientes. A empresa pretende anunciar nos próximos dias a Win (Inter Wealth Management), que terá como objetivo atender clientes que têm a partir de R$ 1 milhão, também conhecidos como “clientes private”.

Em entrevista ao NeoFeed, João Vitor Menin, CEO do Banco Inter, diz que o segmento criado pela instituição é mais democrático, isso porque o cliente precisa ter cerca de R$ 1 milhão para começar a utilizar o novo serviço. Menin ressalta isso porque nos bancos tradicionais são considerados clientes private pessoas que têm entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões.

Banco Inter

Ainda ao site, o executivo informou que busca atender brasileiros que hoje estão em grandes bancos por meio do Itaú Personnalité e do Bradesco Prime, ou outros semelhantes. Para esse perfil, o banco vai criar outra categoria, separada da Win, para capturar aqueles que têm R$ 250 mil para investimento.

Com o novo segmento, a companhia quer fazer com que a sua base de clientes passe a investir diretamente na plataforma. “Vamos fazer um movimento mais forte nessa área de investimentos”, disse Menin ao NeoFeed.

Em novembro de 2019, o Banco Inter deu início à compra da gestora DLM Invista; a aquisição foi concluída no início deste ano. O novo negócio já favorece a estreia da Win, considerando que a companhia pretende trabalhar em cooperação (com todos os serviços integrados).

Banco Inter

Atualmente, além de banco digital, o Inter atua nas áreas de telefonia móvel, seguros e investimentos.

O Inter não deu detalhes sobre a sua nova divisão de wealth management. O Tecnoblog procurou a instituição, mas não obtivemos retorno até a publicação desta notícia. Atualizaremos esta publicação com novas informações.