Banco Central planeja lançar cartão Pix para pagamentos offline

Cartão Pix deve ter funcionamento similar ao de cartões de transporte, revela presidente do Banco Central

Emerson Alecrim
Por

Para que você possa pagar uma compra via Pix na farmácia, por exemplo, seu celular precisar de uma conexão à internet. Mas o Banco Central já fala em uma alternativa offline: em um evento realizado nesta quarta-feira (30), o presidente da instituição, Roberto Campos Neto, deu a entender que o “cartão Pix” pode chegar em breve.

BC planeja lançar cartão Pix para pagamentos offline (imagem: Anete Lusina/Pexels)

BC planeja lançar cartão Pix para pagamentos offline (imagem ilustrativa: Anete Lusina/Pexels)

O funcionamento desse cartão ainda não foi definido. Não está claro nem mesmo se o serviço será chamado de “cartão Pix”, de fato. Mas, de acordo com Campos Neto, a novidade deve ser parecida com os cartões de transporte. Isso significa que o usuário precisará apenas aproximar o cartão do terminal de pagamento para concluir a transação, sem depender do celular para isso.

Normalmente, cartões de transporte são pré-pagos. É necessário comprar créditos e, então, aproximar os cartões de validadores específicos para transferir os valores a eles. A partir daí, os cartões podem ser usados no transporte público.

A declaração de Campos Neto sugere que o cartão Pix seguirá uma dinâmica parecida, porém, mais prática:

Você vai aproximar do seu celular, você vai transferir dinheiro online pro offline no cartão. (…) Vai funcionar como um cartão de ônibus, uma tecnologia supersegura. Você vai poder usar o cartão no mundo offline e, quando você voltar ao mundo online, vai poder transferir seu saldo de volta.

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central

Várias questões ainda precisam ser esclarecidas. Por exemplo: haverá limite de valor para as transações via cartão Pix? A digitação de senhas será pedida em algum momento? Cartões de crédito ou débito atuais poderão ser “transformados” em cartões Pix?

Embora os detalhes sobre o assunto sejam escassos, as respostas para essas e outras questões não devem demorar a aparecer. Isso porque o cronograma de implementação do Pix sugere que o Pix offline e o Pix por aproximação serão lançados no quarto trimestre de 2021. Ambas as modalidades podem incluir o tal cartão Pix.

Com informações: Extra.

Relacionados

Relacionados