Notícias Jogos

Microsoft desativa por engano contas de Xbox usadas para emulação de jogos

Modos de desenvolvedor e kits de desenvolvimento são barrados para emulação no Xbox Series S e Xbox Series X a partir de agora

Felipe Vinha
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Atualização em 6 de janeiro: Jason Ronald, diretor de produto no Xbox, comentou ao site XDA que as contas foram desativadas por engano. Ronald disse ainda que a Microsoft está trabalhando para reativar as contas assim que possível e que continuam trabalhando para manter um ecossistema sadio para desenvolvedores, baseado na confiança.

Reportagem original: A Microsoft parece não querer facilitar a vida de quem usa seus aparelhos para emulações não-autorizadas. A empresa começou a desativar contas de desenvolvedores que estão utilizando kits de desenvolvimento ou o Dev Mode do Xbox Series S e Xbox Series X para emular games e consoles antigos. A novidade vai na contra-mão do que Phil Spencer, diretor da linha de games da Microsoft, comentou há algumas semanas.

Microsoft dificulta emulação no Xbox (Imagem: Reprodução)

Mas calma, isso não atinge todo o usuário comum, até porque ainda não existe desbloqueio ou modificações que funcionem no Xbox Series S e Series X. A novidade pegou de surpresa quem adquiriu um kit de desenvolvimento, ou seja, um console voltado a quem quer produzir jogos para os aparelhos e tem certas liberdades para isso, como rodar games incompletos para testes e outras ferramentas uteis, e também quem acessou o Dev Mode, que é pago.

O “problema” é que o kit de desenvolvimento também permite que os aparelhos sejam usados para emulação – o que estava acontecendo, aparentemente. Os dois consoles conseguem rodar, sem muito trabalho, jogos de Wii, GameCube, Nintendo DS e PSOne, por exemplo, via softwares de emulação instalados e com grande qualidade.

Já o Dev Mode pode ser adquirido sem muito trabalho por usuários que tenham acesso ao programa de testes do Xbox e custa uma taxa única de US$ 20. Não chega a ser um kit de desenvolvimento completo mas permite realizar alguns testes com o aparelho, incluindo instalar emuladores.

Agora, aparentemente, o sonho acabou e vai ficar muito perigoso usar sua conta da Xbox Live com este intuito. O banimento vem.

Mas o Phil Spencer não tinha dito…?

Muita gente ligou a situação atual com uma declaração que Phil Spencer deu em novembro de 2021. Na época o executivo defendeu a emulação legalizada como forma de preservar a história de vários jogos, algo que a indústria não está fazendo como um todo.

Spencer comentou sobre o caso com o site Axios, falando especificamente de jogos antigos da Microsoft. “Minha esperança é que, como indústria, trabalhamos com emulação legal, que permitisse que o hardware moderno rodasse qualquer executável antigo, permitindo que alguém jogasse qualquer jogo”, disse.

Note que ele frisou a importância de se ter um sistema de emulação legal fixado nos consoles ou em aparelhos mais modernos, sem especificar como isso seria feito e sem abrir margem para emulação que envolve pirataria de jogos ou distribuição não-autorizada de software.

Com informações: XDA.

Felipe Vinha

Ex-autor

Felipe Vinha é jornalista com formação técnica em Informática. Já cobriu grandes eventos relacionados a jogos, como a E3, BlizzCon e finais mundiais de League of Legends. Em 2021, ganhou o Prêmio Microinfluenciadores Digitais na categoria entretenimento. Foi autor no Tecnoblog entre 2020 e 2022, escrevendo principalmente sobre games e entretenimento. Passou pelos principais veículos do ramo, e também é apresentador especializado em cultura pop.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque