Linux Mint 20.3 chega com novo tema e aplicativo para organizar documentos

Lançado depois de cinco meses de desenvolvimento, Linux Mint 20.3 usa Ubuntu como base e é amigável para usuários iniciantes

Giovanni Santa Rosa
Por

Tem versão nova de Linux na área. O Linux Mint 20.3 chegou com mudanças no visual, melhorias na usabilidade, novos apps e ajustes em ferramentas do sistema. A distribuição promete ficar ainda mais fácil para quem está começando nesse mundo.

Linux Mint 20.3 Cinnamon
Linux Mint 20.3 Cinnamon (Imagem: Divulgação/Linux Mint)

O Linux Mint 20.3 usa o Ubuntu 20.04.3 LTS como base. Isso não é bem uma novidade — o 20.2 tinha a mesma versão por baixo do capô. Isso facilita bastante na hora de encontrar programas para baixar e instalar.

Além disso, ele vem com o kernel Linux v5.4, que deve receber atualizações até abril de 2025.

Um dos pontos mais interessantes da distribuição é que ela oferece três opções de ambiente de desktop: Cinnamon, Mate e XFCE.

A principal novidade nas três é um novo tema, chamado Mint-Y, com barras de título e botões maiores, cantos arredondados e cinzas mais brilhantes (e, ironicamente, menos verde). Alguns apps agora vêm com o tema escuro ativado por padrão, como o tocador de vídeo Celluloid e o visualizador de imagens.

Especificamente na Cinnamon, o applet de calendário agora mostra compromissos de agendas de fontes diferentes. Outros applets também receberam configurações extras. O gerenciador de arquivos Nemo ganhou melhorias no processo de copiar ou mover arquivos, e tela de comandos ficou com um novo visual.

Organizador de documentos Thingy
Organizador de documentos Thingy (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)

Novos apps e atualizações

O Linux Mint 20.3 traz um novo aplicativo chamado Thingy. É um gerenciador de documentos que dá acesso rápido a favoritos ou abertos recentemente. Uma coisa interessante é que ele marca onde você parou a leitura, quase como um e-reader.

Na parte de atualizações, duas novidades chamam a atenção: o Notes foi atualizado e agora traz opções de formatação e um recurso de busca, e o XReader agora coloca as páginas no sentido correto para ler mangás.

Como baixar o Linux Mint 20.3

Para fazer o download da nova versão do Linux Mint, entre no site da distribuição e escolha o “sabor” desejado, como chamam os ambientes de trabalho. Depois, clique em Download e escolha o servidor mais próximo da sua localização. Existe ainda a opção de transferir o arquivo usando torrent.

Com informações: OMG! Ubuntu!, XDA-Developers.