Por dentro do Steam Deck: desmanche revela que é fácil trocar quase tudo

Steam Deck permite trocar a maioria das peças com facilidade, exceto bateria e tela; iFixit será o primeiro vendedor oficial de componentes da Valve

Murilo Tunholi
Por

O Steam Deck só chega ao mercado no final de fevereiro, mas já dá para ver o PC portátil da Valve sendo desmontado por inteiro no YouTube. Em um vídeo publicado na última terça-feira (15), o iFixit mostrou o desmanche do aparelho, assim como os processos de troca de peças. Segundo a Valve, os donos do Deck serão livres para repôr certos componentes sem problemas — assumindo todos os riscos, é claro.

Steam Deck por dentro (Imagem: Divulgação/iFixit)

Logo no início do desmanche, o iFixit fez questão de elogiar a construção do Steam Deck, destacando a simplicidade ao abrir o PC portátil. Não há parafusos com encaixes específicos ou travas complicadas. Para remover a tampa traseira, basta tirar oito parafusos Philips e levantar a proteção com alguma peça fina de plástico rígido.

A Valve deixa claro que, após ser aberto pela primeira vez, o Steam Deck perde parte da proteção contra impactos. Por isso, é recomendado só se aventurar por dentro do dispositivo caso seja muito necessário fazer algum reparo, principalmente se for usá-lo no modo portátil por muito tempo.

Praticamente todos os componentes internos do Steam Deck são identificados com etiquetas ou marcações bastante visíveis na placa-mãe. Isso deve ajudar usuários com menos experiência a não se perderem durante um reparo, por exemplo.

Outro destaque positivo apontado pelo iFixit foi a facilidade ao trocar cada analógico de forma individual, removendo apenas três parafusos. Em casos de drift — quando os análogicos registram movimentos sem a ação do jogador —, substituir a peça é a única solução definitiva. Pensando nisso, a Valve acertou ao permitir que qualquer pessoa faça o reparo do componente.

Analógicos do Steam Deck podem ser removidos de forma individual (Imagem: Reprodução/YouTube iFixit)

O SSD do Steam Deck também pode ser trocado sem muita dificuldade. É preciso apenas tirar um parafuso para acessar o armazenamento modular do tipo M.2 2230. Apesar do formato do SSD não ser muito comum no mercado, é interessante saber que dá para mudar a peça a qualquer momento, sem depender de componentes proprietários, como acontece no Xbox Series X|S.

Vale mencionar que, além do SSD, o Steam Deck suporta cartões micro SD de alta velocidade, podendo aumentar o armazenamento sem abrir o aparelho. Aliás, os primeiros testes de desempenho do PC portátil mostraram que não há diferença significativa no tempo de carregamento dos jogos guardados no cartão micro SD, em relação ao SSD interno.

SSD do Steam Deck usa padrão M.2 2230 (Imagem: Reprodução/YouTube iFixit)
SSD do Steam Deck usa padrão M.2 2230 (Imagem: Reprodução/YouTube iFixit)

Bateria e tela do Steam Deck não saem fácil

A maior parte das peças do PC portátil da Valve pode ser trocada de maneira simples e rápida, exceto a tela e a bateria. Segundo o iFixit, “substituir a bateria parece ser o calcanhar de Aquiles do Steam Deck”, pois, além de ter formato de “L”, ela fica colada com adesivos fortes em uma estrutura metálica.

Para tirar a bateria, uma solução seria usar um pouco de calor ou álcool isopropílico para derreter a cola dos adesivos. Porém, logo abaixo da bateria fica a tela do Steam Deck, que pode ser danificada no processo.

Por falar na tela, a Valve também usou adesivos para prender o painel do Steam Deck. O iFixit só conseguiu remover o display usando calor, puxadores com ventosas e palhetas rígidas de plástico ao mesmo tempo. Caso seja necessário trocar a bateria ou a tela, é melhor nem arriscar um reparo caseiro.

Apesar da dificuldade para remover a bateria e a tela, o Steam Deck é relativamente simples de ser reparado ou modificado. Não deve demorar até aparecerem versões com 1 TB de armazenamento ou até com analógicos diferentes, por exemplo.

Assista, a seguir, ao desmanche completo (em inglês) do Steam Deck:

YouTube video

iFixit vai vender peças oficiais para o Steam Deck

Logo após o vídeo ir ao ar, a Valve aproveitou para comunicar que o iFixit será o primeiro vendedor oficial de peças para o Steam Deck e para o Valve Index, o headset de realidade virtual da empresa. Ainda não sabemos, porém, quais componentes estarão disponíveis no catálogo do iFixit.

Com informações: The Verge, iFixit.

Relacionados

Relacionados