Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Windows 11 coloca anúncios no Explorador de Arquivos para testar reação

Microsoft está testando anúncios no Explorador de Arquivos do Windows 11 para promover seus próprios produtos

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Qual seria a sua reação ao abrir o Explorador de Arquivos e dar de cara com uma propaganda, ainda que promovendo produtos da própria Microsoft? Alguns usuários que usam versões de teste do Windows 11 relataram essa experiência e, sem nenhuma surpresa, as reações à ideia não foram das melhores. A empresa disse que os anúncios no Explorador de Arquivos foram um acidente.

Windows 11
Windows 11 (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Inicialmente, o assunto ganhou repercussão no Twitter, depois que Florian B., um participante do programa Windows Insider, compartilhou uma captura de tela que mostra um anúncio no Explorador de Arquivos promovendo o Microsoft Editor, aplicativo para verificação gramatical e ortográfica.

O anúncio foi exibido na parte superior, logo abaixo da barra de pesquisa, e era discreto: apenas um texto sobre um fundo cinza claro apareceu, sendo seguido de um botão de “saiba mais”.

Anúncio no Explorador de Arquivos (imagem: Twitter/Florian)
Anúncio no Explorador de Arquivos (imagem original: Twitter/Florian)

Aparentemente, esses anúncios são exibidos de modo contextualizado. A propaganda do Microsoft Editor apareceu dentro da pasta Documentos, local padrão para o armazenamento de arquivos que podem ser checados com a ferramenta (como os que são gerados pelo Microsoft Word).

Ainda não está claro se esse recurso será definitivo, afinal, a Microsoft não comentou o assunto até o momento. Por ora, tudo não passa de um teste. Um teste com alcance limitado: o BleepingComputer afirma que tentou registrar a exibição de anúncios no Explorador de Arquivos com a compilação mais recente do Windows 11 Insider, mas não teve sucesso.

Talvez a companhia esteja fazendo testes do tipo A/B ou simplesmente sendo cuidadosa por saber que o assunto é polêmico. Sabe porque a exibição de anúncios não é novidade no ecossistema do Windows.

Windows 10 já exibia anúncios

Em 2016, a Microsoft já exibia anúncios no Explorador de Arquivos e em outras partes do Windows 10, a exemplo do Menu Iniciar. O assunto sempre foi polêmico, o que talvez explica o fato de a companhia não ter tornado os anúncios visíveis para todos os usuários.

Mas a Microsoft nunca desistiu da ideia. O caso do Explorador de Arquivos do Windows 11 é prova disso. Outro exemplo recente remete a 2020, quando um pequeno anúncio promovendo o Microsoft Edge foi exibido no Menu Iniciar após alguns usuários buscarem por palavras-chave como “Chrome”, “Firefox”, “Opera” e “internet”.

Anúncio do Microsoft Edge no Windows 10 (imagem: BleepingComputer)
Anúncio do Microsoft Edge no Windows 10 (imagem: BleepingComputer)

Note, porém, que há poucos registros de anúncios promovendo aplicativos ou serviços de terceiros. Todos eles quase sempre divulgaram produtos da própria Microsoft e, na maioria dos casos, eram contextualizados, ou seja, tinham relação com o que o usuário estava fazendo.

Mesmo assim, os anúncios tendem a ser irritantes e, em uma olhada mais profunda, podem levantar questionamentos sobre privacidade. De todo modo, se a ideia for levada adiante no Windows 11, é provável que a Microsoft ao menos venha a oferecer meios de os anúncios serem desativados.