Jeff Bezos, da Amazon, faz investimento milionário em fintech do Brasil

Através de fundo próprio, Jeff Bezos investe na Stark Bank; fintech brasileira oferece soluções para o mercado corporativo

Bruno Gall De Blasi
Por

Stark Bank recebeu um apoio de peso nesta segunda-feira (11). Por meio do fundo Bezos Expeditions, Jeff Bezos investiu US$ 45 milhões na fintech brasileira que oferece soluções bancárias para empresas de pequeno e médio porte. Esta é a primeira aplicação feita pelo fundador e ex-CEO da Amazon no Brasil.

Jeff Bezos investe na fintech brasileira Stark Bank (Foto: Smithsonian Institution/Flickr)
Jeff Bezos investe na fintech brasileira Stark Bank (Foto: Smithsonian Institution/Flickr)

A aposta de Bezos, que deixou o cargo de CEO da Amazon em 2021, faz parte de uma rodada de investimentos liderada pela Ribbit Capital. Com a aplicação, o fundador da gigante do e-commerce destinou cerca de R$ 210,6 milhões (em conversão direta) à fintech brasileira. O empenho foi feito através do fundo pessoal do executivo.

Caso não esteja a par, a Stark Bank é uma fintech que fornece serviços bancários para o mercado corporativo. A instituição oferece soluções financeiras para empresas, como cartão corporativo, transações via Pix, integrações com ERP, APIs para desenvolvedores e mais. A companhia também possui clientes notáveis em sua carteira: Buser, Daki, Ingresse, Isaac, Kovi, Loft, Petlove e QuintoAndar.

A fintech captou outros recursos nos últimos meses. De acordo com o Poder360, a companhia angariou US$ 13 milhões (cerca de R$ 60,8 milhões) em dezembro de 2021. A expectativa é de que a nova rodada ajude a Stark Bank a montar uma nova unidade de negócios para fornecer infraestrutura a outras instituições financeiras.

Jeff Bezos já investiu em empresa da América Latina

Este é mais um investimento de Jeff Bezos em empresas ao redor do mundo. Segundo o Bloomberg Línea, o fundador da Amazon já aplicou em outras companhias da América Latina, como a chilena NotCo, que foca no ramo alimentício. Em 2021, o executivo investiu em uma startup que quer combater o envelhecimento.

Relacionados

Relacionados